ANÁLISE: MSI 990FXA-GD80

ANÁLISE: MSI 990FXA-GD80

Recebemos para review a mainboard 990FXA-GD80 da MSI, modelo TOP  de linha para processadores socket AM3+, em especial os da série FX, famosos Bulldozer.

Nessa review vamos ver como a placa se comporta quando trabalhando com um FX-8150, processador TOP de linha da AMD.

MSI 990FXA-GD80
Como destacamos, a 990FXA-GD80 é o modelo TOP da MSI para processadores socket AM3/AM3+, trazendo uma série de diferenciais, entre eles o selo Classe Militar II, destinado a produtos com projeto diferenciado, desde seus componentes a seu acabamento visual. Como outras características positivas, suporte a 4-way Crossfire e 3-way SLI, opções avançadas de overclock, som de alta qualidade com sistema de redução de ruídos e BIOS amigÁvel.



{break::AMD 990FX}O AMD 990 é na realidade, o chipset que a companhia produziu especialmente para a nova geração de processadores Bulldozer. Contudo, com o atraso na chegada das CPUs, a companhia resolveu lançar o chipset antes do lançamento da linha Zambezi FX.

A primeira vista pode parecer algo estranho e sem sentido, o lançamento de um chipset para um processador que só deve chegar em outubro. Contudo, é bom lembrarmos que estamos falando da AMD, uma companhia que tem dentre outros méritos, o fato de disponibilizar produtos com um incrível potencial de compatibilidade entre linhas distintas. Se por um lado, a compatibilidade permite uma maior escalabilidade e economia em termos de recursos, por outro, pode retardar a evolução tecnológica, uma vez que o hardware tem de se "prender" a certos requisitos de uma geração anterior, em detrimento do uso de recursos inovadores.
Assim, explica-se agora o fato do chipset AMD 990 ter chegado antes da geração Bulldozer, uma vez que este é retrocompatível com os atuais processadores AM3.

Na verdade, o AMD 990 estÁ longe de ser algo genuinamente novo. De fato, ele é uma evolução da geração anterior, o 890, que por sua vez é baseado no 790.

Apesar de ser possível utilizar uma placa-mãe com chipset AMD 890 em um processador Bulldozer, a AMD projetou a linha 990 para tirar o mÁximo proveito da nova geração de CPUs da companhia. Assim, além do fato dos chipsets 990 terem nativamente suporte ao socket AM3+, estes contam com um aprimoramento na tecnologia HyperTransport (versão 3.1), aumentando assim a vazão do fluxo de dados entre a CPU e o chipset de 5.2GT/s para 6.4GT/s. Trata-se de um fator preponderante para o perfeito funcionamento dos modelos mais poderosos da geração Bulldozer, com o é o caso dos processadores de 8 núcleos da série FX-8000.

- Continua após a publicidade -

O AMD 990 conta ainda com a interface A-link Express III com largura de banda de 4GB/s entre o Northbridge e o Southbridge. A versão SB950 do chip ponte sul presente no novo chipset , possui nativamente suporte ao USB 2.0, Áudio em HD, rede Gigabit, PATA e PCI, além, é claro, de um par de PCI Express Gen 2 x1 e SATA III de 6Gbps. Infelizmente o USB 3.0 ficou de fora, embora seja possível através de uma solução por parte da fabricante da placa-mãe.

Ao todo a companhia disponibilizou 3 versões de chipsets baseados na série AMD 990. São eles: o 970 – para o segmento de entrada, o 990X – para o intermediÁrio, e o 990FX – para o segmento top. Todos os 3 são similares, com o suporte aos processadores socket AM3 e AM3+, memória DDR3, PCIe 2.0 e SATA III. A diferença entre os modelos estÁ no suporte para a tecnologia multi-GPU, devido à quantidade de linhas disponíveis no PCI Express de cada um (mÁximo de até 42 pistas). Enquanto que o 970 suporta apenas uma VGA, o 990X acomoda duas placas 3D e o 990FX suporta até 4 VGAs.

Por falar em multi-GPU, um dos grandes destaques dos chipsets AMD 990 (990X e 990FX), estÁ na volta ao suporte da tecnologia SLI da NVIDIA, permitindo assim o uso de até 4 GeForces simultâneas – assim, é claro, de 4 Radeons em CrossFireX.


Vale ressaltar que a AMD continua a adotar a estratégia do uso de 2 chips na placa-mãe para compor o seu chipset. O Northbridge (ou chip ponte norte) e o Southbridge (ou chip ponte sul) – no caso específico da ECS A990FXM-A é respectivamente o 990FX e o SB950. Juntos, os dois formam a infraestrutura bÁsica para todos os dispositivos da placa, incluindo conectividade e interconexão.

O Northbridge funciona primariamente como um HUB controlador para o processador, memória e links PCIe em direção à GPU do chipset. Contudo, a linha 990 até o presente momento não possui nenhum modelo com vídeo integrado.

Conforme antecipado, o 990FX tem muitos links PCIe dedicados à VGA ou a outras placas. O chipset permite utilizar até 2 placas 3D na configuração completa x16, ou 4 GPUs em 4 links x8. A configuração possível das pistas do PCIe no AMD 990FX é  seguinte: 2x16 ou 4x8, e PCIe x16 e 6x1, 1x4.

O novo chipset da AMD permite ainda uma agressiva configuração RAID (0, 1, 10, 5 – este último apenas para o Southbridge SB950) e para SSD.

- Continua após a publicidade -

Uma grata novidade presente no chipset 990FX é o suporte à tecnologia IOMMU, permitindo o endereçamento virtual de memória pelos dispositivos do sistema. Com este recurso, os dispositivos conseguem utilizar seus drivers nativos em um ambiente virtualizado, de forma a aprimorar ainda mais o desempenho.

Em um ambiente não virtualizado, IOMMU fornece os recursos de isolamento de memória e proteção - o acesso ao dispositivo de memória do sistema é verificado pela IOMMU de tal forma que informações sobre a memória crítica / independentes (como é o caso das paginações do kernel) podem ser protegidas, conferindo assim mais robustez ao sistema.

{break::Especificações}Abaixo, todas as especificações da mainboard retiradas do site oficial da placa:

CPU

  • 64bit AMD® Phenom II X8/X6/X4/X3/X2, Athlon II X4/X3/X2 and Sempron CPU in AM3 / AM3+ package.
  • Please refer to CPU Support for compatible CPU; the above description is for reference only.
  • Hyper Transport Bus
  • HyperTransport 3.0 supporting speed up to 5200MT/s

Chipset

  • AMD® 990FX and SB950 Chipset

Main Memory

  • Supports four unbuffered DIMM of 1.5 Volt DDR3 800/1066/1333/1600/1800*/2133* (OC) DRAM, 32GB Max

 Slots

- Continua após a publicidade -
  • 4 PCI Express 2.0 x16 slots
  • 2 PCI Express 2.0 x1 slots
  • 1 PCI slot, support 3.3V/ 5V PCI bus Interface.

On-Board SATA

  • 6 SATA III (1~6) ports by AMD® SB950
    - Supports storage and data transfers at up to 6Gb/s

RAID Function

  • SATA III 1~6 support RAID 0, 1, 5, 10 mode by AMD® SB950

MSI Reminds You:
• The RAID setup floppy disk is optional depending on the districts. You can download the files from the website to make the setup disk.

  • USB 3.0
    2 USB 3.0 ports by NEC® D720200

Audio

  • Chipset integrated by Realtek® ALC892
  • True Blu-ray Audio Support
  • Flexible 8-channel audio with jack sensing
  • Compliant with Azalia 1.0 Spec

LAN

  • Realtek PCI-E GbLAN controller 8111E
  • Integrated Fast Ethernet MAC and PHY in single chip
  • Supports 10Mb/s, 100Mb/s and 1000Mb/s
  • Compliance with PCI-Express Bus specification v1.0a

 IEEE1394 / FireWire

  • VIA® VT6315N chipset
  • Supports up to two 1394 ports. (pinheader x2)
  • Transfer rate is up to 400Mbps.

 Internal I/O Connectors

  • 1 x ATX 24-pin power connector
  • 1 x ATX 8-pin 12V CPU power connector
  • CPU x 1 / System x 4 FAN connectors
  • 1 x Front panel audio connector
  • 1 x Front panel connector
  • 1 x Chassis intrusion switch connector
  • 2 x USB 2.0 connectors
  • 1 x USB 3.0 connector
  • 6 x Serial ATA III connectors
  • 1 x IEEE1394 connector
  • 1 x Serial port connector
  • 1 x Power button
  • 1 x Reset button
  • 1 x OC Genie button
  • 1 x Debug LED display
  • 1 x Clear CMOS jumper
  • 1 x SPDIF-out connector
  • 1 x TPM module connector

Back Panel I/O Ports

  • 1 x PS/2 Keyboard port
  • 1 x PS/2 Mouse port
  • 1 x Claer CMOS button
  • 1 x Coaxial SPDIF-out
  • 1 x Optical SPDIF-out
  • 4 x USB 2.0 ports
  • 2 x USB 3.0 ports (blue)
  • 2 x eSATA / USB 2.0 Combo ports
  • 1 x RJ45 LAN Jacks
  • 1 x 6 in 1 audio jack

 Dimension

  • 30.5cm(L) x 24.4cm(W) ATX Form Factor

Mounting

  • 9 mounting holes.

{break::Powered by MSI}Military Class II
Esta tecnologia promete trazer muito mais qualidade e estabilidade à mainboard, unindo a qualidade dos componentes DrMOS II, HI-c CAP, SFC e Solid CAP.

O DrMOS II traz proteção térmica dupla à placa, dando mais poder energético e eficiência - utiliza o LED warning e o auto shut-down.

Os Hi-c Caps dela são, por exemplo, feitos de tântalo, um raro elemento químico muito mais resistente e mais condutivo, material que é utilizado também na fabricação de satélites e naves espaciais. A expectativa é que esses componentes tenham uma vida útil até oito vezes maior que os capacitores sólidos, chegando a 160 mil horas.

O SFC provém mais de 10% de eficiência energética, proporcionando um melhor overclock e mais estabilidade.

Solid CAP, os capacitores sólidos utilizados trabalham numa temperatura menor, aumentando a vida útil da placa, entre 12 e 40 anos, dependendo do uso.

OC Genie II

Este sistema de overclock permite, de maneira simples e rÁpida, aumentar o desempenho de sua mÁquina, bastando que, para isso, você o habilite na BIOS. Com o slogan "overclock em 1 segundo", a MSI promete ganho de performance de até 145% em aplicativos 3D e até 457% nas ações que utilizem o HD.


ClickBIOS Concept

Esta é a nova interface da BIOS criada pela MSI. Praticamente igual à versão do Windows, esta nova BIOS possui suporte a mouse e permite controle total apenas com simples cliques.

Super Charger

O Super Charger provém mais rapidez na hora de recarregar a bateria de seus aparelhos portÁteis. Como cada vez mais estes dispositivos trazem baterias maiores e têm maior demanda de energia, nada mais natural do que os computadores conseguirem acompanhar esta necessidade, oferecendo uma maior parte da energia que recebe das tomadas. É isso que acontece com o MSI Super Charger. Este programa consegue fazer o Windows reconsiderar o modo de fornecimento de energia das portas USB, tornando-o mais poderoso e, consequentemente, carregando a bateria de seus gadgets mais rapidamente.

AMD CrossFireX
A tecnologia AMD CrossFireX permite que dois ou mais processadores grÁficos trabalhem em conjunto para melhorar o desempenho grÁfico. Esta tecnologia também permite expandir as capacidades do seu sistema. Ela permite a capacidade de dimensionar a potência do seu sistema, suportando até quatro placas de vídeo AMD Radeon™ HD simultâneamente.

NVIDIA SLI
A tecnologia SLI permite o uso de múltiplas placas grÁficas Nvidia em um único sistema de computador com uma placa-mãe equipada com um nForce SLI MCP. Os usuÁrios precisam de uma placa-mãe um com dois slots PCI-Express 16x e dois grÁficos das correspondentes placa de vídeo GeForce que são "SLI Ready". A maioria das placas NVIDIA PCI-Express grÁficos a partir da GPU 6600 podem usufruir dos benefícios da SLI.


Cool'n'Quiet
A Tecnologia AMD Cool'n'Quiet ™ reduz o calor e ruído de sua placa. Combinando aprimoramentos, incluído nos processadores AMD, pode melhorar a economia de energia em geral, oferecer melhor multitarefas e eficiência energética. A tecnologia Cool'n'Quiet pode ajustar automaticamente a taxa do processador para acelerar a velocidade da CPU com quatro modos.
Características:
- Tecnologia Core, Dinâmico e Independente
- Dual Dynamic Power Management ™
- Tecnologia AMD CoolCore ™
- Controle de Frequência AMD Wideband
- Multi-Point Thermal Control

THX TruStudio PRO

THX é uma marca de Áudio high-end (padrão visual para a reprodução de filmes, home theaters, alto-falantes e outros dispositivos de Áudio). Produtos que têm certificação THX são projetados para permitir que os usuÁrios experimentem, jogos, filmes e vídeos como se fossem ao vivo, jÁ que têm reprodução precisa e fiel. Um efeito sonoro mais realista, com alta fidelidade de reprodução, pode fazer como que o vídeo de alta definição pareça ainda mais poderoso.

Winki3
o Winki3 é um sistema operacional baseado em Linux, semelhante ao eJIFFY, que a MSI passou a utilizar em suas motherboards. As principais características deste tipo de sistema ficam por conta da rapidez de boot e leveza do sistema, que se torna uma alternativa aos sistemas operacionais mais robustos quando você quer fazer um uso mais rÁpido, sem grandes demandas de softwares, como usar a Internet, ver fotos, bater papo e assim por diante.

{break::Fotos, BIOS}Como outros modelos TOP de linha da MSI, a 990FXA-GD80 se destaca pelo seu excelente acabamento e pelo visual muito bonito na cor azul. 

A placa vem com dissipadores estilizados jÁ conhecidos em outros modelos com selo Military Class. Possui botões de power, reset e oc genie integrados ao PCB, assim como um debug LED (painel numérico de duas casas) que acusa alguns erros do sistema.

Ela também possui conexão USB 3.0 direto na mainboard, para adaptadores ou gabinetes que possuem tal opção. Outro detalhe é o chip de Áudio THX TruStudio Pro, que garante som sem perda de qualidade ou ruídos. 

BIOS
Seguindo o novo padrão de BIOS amigÁvel, a 990FXA-GD80 vem com BIOS baseada na tecnologia ClickBIOS da MSI, onde é possível instalar um aplicativo para windows com visual bastante parecido a BIOS original.

Em se tratando de opções, a BIOS possui uma série de opções avançadas para overclock, mas seu comportamento nessas condições ainda poderia ser melhor, ficando um pouco atrÁs da Crosshair IV Maximus da Asus.

{break::MÁquinas/Softwares utilizados}Usamos os mesmos hardwares utilizados na review do AMD FX-8150, descriminados abaixo. Como não tínhamos outra mainboard AM3+ no momento, não conseguimos fazer comparativos, mas como jÁ demonstramos em uma série de reviews, a diferença entre mainboards com mesmo chipset vai ficar por conta do que cada uma trÁs de extras ou acabamento e tecnologias proprietÁrias. De qualquer forma, colocamos nos comparativos 3 sistemas, a mainboard analisada trabalhando com um FX-8150, comparada com um sistema baseado em Intel Z68+Core i7 2600 e outro em AMd 890+ X6 1100T.

Vale destacar que a primeira coisa que se faz assim que for montar um sistema com processador AMD FX é atualizar a BIOS. Nós fizemos os testes com a BIOS versão 1.7 da MSI, hoje jÁ estÁ disponível a versão 1.8 para essa mainboard, mas sem grandes mudanças. O motivo de destacar essa situação é que em uma mainboard que recebemos a um tempo atrÁs a única forma de fazer o sistema funcionar com um FX-8150 foi colocando o processador 1100T, atualizando a BIOS e depois colocar o FX-8150, caso contrario não dava BOOT, e quem não tem outro processador AM3? Que beleza, não? 

Antes de informar o sistema utilizado, uma foto do sistema montado.

MÁquinas utilizadas nos testes:
- Motherboard: MSI 990FXA-GD80
- Processador: AMD FX-8150
- Memórias 4 GB DDR3-1333MHz Corsair Vengeance
- Placa de vídeo: XFX Radeon HD 6970
- HD 1TB SATA 3 Seagate
- Fonte Thermaltake 450W
- Cooler Master Hyper 212 EVO

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 7 64 Bits com Updates
- ATI Catalyst 11.12 WHQL

Aplicativos/Games:
- WinRAR 4.01
- CineBENCH 11.5
- x264 HD Benchmark 4.00
- wPrime 2.07
- Crysis 2

CPU-Z 
Abaixo temos algumas telas do CPU-Z e HWiNFO, mostrando as principais características da placa e do sistema utilizado na review.


{break::Winrar, CineBench, x264 HD}WinRAR
O teste com o WinRar permite mensurar o desempenho do processador em comprimir e descomprimir dados, sendo o resultado expresso em KB/s.

Como pode ser visto, o FX-8150 com a MSI 990FXA-GD80 obteve um resultando fabuloso, ficando em primeiro lugar, consideravelmente à frente dos demais sistema utilizados nos comparativos.

{benchmark::2544}

CineBENCH 11.5
O CineBENCH é uma suíte de teste utilizado no "mundo real", que tem como objetivo avaliar a capacidade computacional do sistema. O programa é baseado no programa de animação CINEMA 4D da Maxon, amplamente utilizado por estúdios e produtoras para a criação de conteúdo 3D.

O cenÁrio do teste utiliza todo o poder de processamento do PC para renderizar uma cena 3D foto-realista, fazendo uso de vÁrios algoritmos diferentes com o intuito de "estressar" todos os núcleos disponíveis da CPU.

Agora não teve jeito, a 990FXA-GD80 não consegue carregar o FX-8150 nas costas para brigar de igual com o Core i7 2600, alias, o processador da AMD mal consegue superar seu "irmão" mais velho.

{benchmark::2545}

x264 HD Benchmark
O X264 HD Benchmark é um software que simula a codificação de vídeos em alta definição em um arquivo de vídeo x264 de alta qualidade, para analisar o comportamento do computador mediante uma pesada carga de processamento. A cada passagem de codificação, o benchmark utiliza de forma bem eficiente os múltiplos núcleos do processador (bem como os demais recursos do sistema).

Na primeira passagem do teste, o FX-8150 decepcionou, ao amargar a última colocação, sendo 8,6% e 19,2% respectivamente mais lento do que o Phenom II X6 1100T e Core i7 2600K.

JÁ na segunda passagem o Bulldozer se recuperou – provavelmente por necessitar de mais núcleos do que na primeira passagem – ficando na primeira posição, 0,8% e 9%, respectivamente, à frente do 2600K e do Phenom II X6 1100T.

{benchmark::2546}

{break::wPrime, Crysis 2}wPrime
O wPrime é um programa desenvolvido para realização de cÁlculos e funções quadrÁticas, utilizando-se do método recursivo de Newton para o calculo de funções estimadas. O benchmark utiliza o método de estimativa diversas vezes para aumentar a precisão dos resultados. Em seguida faz uma rotina de confirmação para assegurar que o cÁlculo esteja correto.

Rodando o wPrime em modo 1024M, outra decepção do FX-8150 frente ao Core i7 2600K e X6 1100T, deixando o processador TOP da AMD na última colocação, situação que aconteceria com qualquer outra mainboard nas mesmas condições.

{benchmark::2547}

Crysis 2
Em "Crysis 2" o teste rodou em configuração ULTRA (com efeito Edge Blur e filtro Quincunx AAem 2x) na resolução de 1920x1080 pixels (FULL HD). Em 1920x1080 pixels, o FX-8150 se comportou muito bem, ficando com a primeira colocação, seguido de perto pelo Core i7 2600K. 

{benchmark::2548}

{break::Overclock}Um dos grandes atrativos dos novos processadores FX da AMD estÁ em seu potencial para overclock, mas sabemos que todos os hardwares são importantes para conseguir bons resultados, em especial a placa-mãe, se ela não for boa nessa característica, serÁ difícil conseguir bons resultados. A 990FXA-GD80 estÁ entre os modelos com melhor desempenho em overclock, seguida por outros modelos da Asus e Gigabyte.

Overclockar o FX-8150 não foi fÁcil, conseguimos colocar o processador de 3.6GHz a 4.4GHz estÁvel, em TODOS os cores, se atentem a esse detalhe. Diversas reviews internacionais overclockam os cores de forma independente, desativando alguns e dessa forma conseguindo clocks mais altos, como nosso propósito não é bater recordes, tentamos colocar o sistema no maior clock com todos os cores funcionando.

Fizemos diversos testes com configurações bem distintas, tanto alterando o multiplicador como frequência, mas de jeito algum conseguimos manter ele estÁvel sequer a 4.5GHz em todos os cores. Um dos problemas é que a mainboard da MSI limita a voltagem mÁxima do processador em 1.42v, dificultando fazer o processador trabalhar em clocks mais altos.

Um fato curioso sobre overclock e processadores com vÁrios cores, é que mesmo desativando alguns cores para alcançar clocks mais altos, o ganho tende a ser melhor do que manter todos os cores em um clock mais baixo, ou seja, deixando todos os 8 cores a 4.4GHz possivelmente vai resultar em desempenho inferior em relação à apenas 4 cores em 5.0GHz. Um exemplo dessa situação, é que no Turbo Core de 4.2GHz, é justamente isso que acontece, apenas alguns cores são overclockados a 4.2GHz,

{break::Overclock: Winrar, CineBench, x264 HD}WinRAR
Estranhamente ao passar o FX-8150 de 3.6Ghz para 4.4Ghz (ganho de 22% sobre o clock padrão, ou 800Mhz), o teste com o WinRAR não apresentou nenhuma melhora efetiva (ganho de imperceptíveis de 6 pontos, ou 0,15%).

{benchmark::2549}

CineBENCH 11.5
No CineBench 11.5 a situação muda bastante. Antes 12% atrÁs do Core i7 2600K, o FX-8150 passou a liderar após o overclock – com 8% de vantagem sobre o 2600K. O ganho de desempenho do processador foi de expressivos 23% - lembrando mais uma vez que o aumento de clock foi de 22%.

{benchmark::2550}

x264 HD Benchmark
Na primeira passagem do x264 HD, o overclock foi suficiente apenas para tirar o FX-8150 da última colocação, ao ultrapassar por muito pouco (1,5%), o Phenom II X6 1100T. Ainda assim, o ganho real foi de 11%. Entretanto, o Bulldozer em 4.4 Ghz sequer conseguiu se aproximar do Core i7 2600K, ficando 10% atrÁs deste.

Na segunda passagem do teste, onde se exigiu bem mais de todos os processadores, o ganho com o overclock foi bem mais expressivo: ótimos 20%. Assim, o FX-8150 abriu uma margem de 22% de vantagem sobre o Core i7 2600k.

{benchmark::2551}

{break::Conclusão}Uma pena que os processadores da série FX não conseguiram resultados para fazer frente aos processadores entusiastas da Intel, porque isso pode naturalmente segurar um pouco o investimento das empresas de mainboards em produtos diferenciados. Felizmente, isso ainda não aconteceu e temos produtos de alto nível, a 990FXA-GD80 da MSI é prova disso, se destacando em características jÁ reconhecidas de modelos que levam o selo "GD", em especial "GD80", como componentes de alta qualidade, tecnologias de ponta, acabamento diferenciado e opções avançadas de overclock.

A placa-mãe estÁ entre as melhores opções do mercado para quem deseja montar um sistema TOP baseado em AMD. Apesar de certa decepção dos processadores da linha FX na comparação com a concorrência, seu preço é atrativo e colocar uma FX-8150 junto a essa mainboard é garantia de satisfação, rodando qualquer aplicação do mercado de forma satisfatória. Com outros hardwares para completar o conjunto, ainda serÁ possível tirar um pouco mais do sistema através de overclock, mesmo com certas limitações.

Por outro lado, é complicado ter hardwares diferenciados dependentes um dos outros, ex.: temos uma placa mãe TOP de linha e que por isso tem um valor alto, mas o processador TOP para ela passa a sensação de ser pouco pelo que a mainboard oferece, não em se tratando de tecnologias e potencial de overclock, mas de resultado prÁtico. De qualquer forma, se o que você procura é montar um sistema TOP AMD, a 990FXA-GD80 é uma bela escolha, entre as melhores.

A 990FXA-GD80 tem custo dentro do esperado para uma placa-mãe desse nível, com preço variando de R$ 800,00 à R$1.000,00. Na Newegg ela custa $ 194,99 dólares, que hoje daria algo em torno de R$ 350 reais.

PRÓS
Excelente acabamento
Tecnologias de ponta
Entre as melhores opções do mercado para processadores AM3+
CONTRAS
Cade o suporte a PCI-Express 3.0?
Um pouco cara pelo processador TOP não ser tudo aquilo
Assuntos
Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.