ANÁLISE: AVerMedia Game Capture HD C281

ANÁLISE: AVerMedia Game Capture HD C281

Aparelhos de captura são um item interessante para aqueles que desejam gravar os melhores momentos de sua jogatina, ou para profissionais que trabalham com a produção de conteúdos sobre games. Vamos analisar aqui um aparelho que cumpre esta função, o AVerMedia Game Capture HD C281, sem necessitar de nenhuma conexão com um computador para a captura.

Nas próximas pÁginas, vamos ver como se saiu o aparelho, que inclusive jÁ tem sua participação em vídeos aqui no Adrenaline, como na anÁlise em vídeo do Rocksmith. Usamos o AVerMedia na captura dos vídeos do game, utilizados ao longo da anÁlise.

{break::Especificações técnicas e fotos}O AVerMedia é um aparelho discreto, com entradas no tipo vídeo componente e Áudio em dois canais. Tem suporte aos consoles Xbox 360, Playstation 3 e Wii, com um cabo que possui o conectores nos padrões do três videogames, sendo que não funciona com conexões HDMI.





Especificações

Entrada
Vídeo componente. Dois canais de Áudio RCA (Esquerda/Direita)
Saída
Vídeo componente. Dois canais de Áudio RCA (Esquerda/Direita)

Armazenamento
Interno: 2.5" SATA HDD (hard disk não incluso)
Externo: USB 2.0
Formatos aceitos: NTFS e FAT32

Formato de gravação
AVI (Codec: H.264 e aúdio MP3)

{break::Funcionalidade} A maioria dos comandos do AVerMedia são realizados pelo controle remoto, jÁ que no próprio aparelho os dois botões da parte frontal tornam possível apenas ligÁ-lo e iniciar/interromper a captura de um vídeo.

O controle é simples e compacto, e possui botões com os comandos bÁsicos, como as setas para navegar pelos menus, ativar a gravação ou capturar uma screenshot,  e mais uma série de atalhos para outras funções. Os dois botões mais importantes, o de iniciar a gravação e outro para as screenshots, são grandes, bem posicionados e com ilustrações auto-explicativas, tornando fÁcil localizÁ-los e usÁ-los. Em compensação, algumas outros comandos, especialmente os pra realizar ações em arquivos, utilizam os botões F1, F2 e F3, uma escolha estranha para nomenclaturas. Controles com formas geométricas ou cores são mais intuitivos, então hÁ um estranhamento até você relacionar o que cada botão faz.

- Continua após a publicidade -

Durante a gravação, surgem informações sobre a captura, como tempo restante possível de se gravar, tempo de gravação, etc. A interface é simples e funcional, mas em nossos testes os menus hora ocupavam toda a tela, hora apenas parte dela. Não chegou a atrapalhar o uso, jÁ que usÁvamos um televisor grande, mas para quem usa um monitor menor pode causar um desconforto essa redução no tamanho da interface.


O AVerMedia pode armazenar os conteúdos capturados em dois locais: em um HDD 2.5" interno (o hard disk não vem no kit) ou em um dispositivo de armazenamento externo conectado na porta USB 2.0. O aparelho aceita dois padrões de formatação: FAT32 e NTFS, presente na maioria destes dispositivos. O processo de configuração do local para armazenar os dados não é complicado, especialmente para pessoas acostumadas a Media Centers ou Media Players e suas interfaces operadas com as setas.

Naturalmente, a interface no estilo de menus, controlados pelas setas do controle remoto, não dão muita agilidade ao uso, mas a verdade é que a simplicidade do funcionamento do aparelho dispensam algo mais complexo. Após definir as configurações bÁsicas, como data e hora, local de armazenamento e idioma do sistema, raramente é necessÁrio fazer alterações em definições avançadas do aparelho. Nas poucas coisas passíveis do usuÁrio desejar mudar com alguma frequência, como a qualidade da captura do vídeo, o AVerMedia possui um botão de atalho para fazer esta mudança "on the fly", dispensando entrar no menu de configurações novamente.

{break::Conexões}O kit do AVerMedia possui todos os cabos necessÁrios para ligar os consoles Wii, Xbox 360 e Playstation 3 no aparelho de captura e, a partir dele, no televisor. A imagem é transmitida por um cabo do tipo vídeo componente, enquanto o Áudio em dois canais (esquerda e direita) ficam por conta de conexões do tipo RCA.

 O próprio cabo que vem no kit possui uma das pontas com as conexões de cada um dos consoles, porém não é possível manter mais de um aparelho conectado. Conectamos um PS3 e um Xbox 360 simultaneamente, e o console da Microsoft ficou sem Áudio, mesmo com o Playstation desligado. É preciso desconectar o PS3, para que a interferência pare. Em contrapartida, o Xbox conectado deixa a tela do PS3 mais escura e com interferências, isso mesmo com o console da Microsoft desligado, sendo necessÁrio desconectar também o console.

- Continua após a publicidade -

É uma pena que o aparelho não possua uma conexão no padrão HDMI, recurso presente no console da Sony e da Microsoft, que possui melhor qualidade, não faz um emaranhado destes como a série de cabos do vídeo componente e que tornaria possível capturar a tela de diversos outros aparelhos, como tablets, smarthphones e computadores.

{break::Desempenho}As resposta do AVerMedia não são imediatas, sendo para ligar ou para iniciar a gravação hÁ um atraso. Normalmente o delay para iniciar a gravar é de uns 3 a 4 segundos, algo aceitÁvel, mas que deve ser considerado quando for fazer um vídeo. Não dÁ pra arriscar, se quer capturar um momento específico. Por pra gravar muito perto da parte que você quer pode acabar fazendo você perder o conteúdo que desejava.

Infelizmente, o uso do vídeo componente traz as perdas de qualidade deste formato, em comparação aos consoles conectados através da porta HDMI. No Xbox e no Wii não houve aparente perda de qualidade, isto comparando com os consoles conectados por vídeo componente, sem o AVerMedia no meio-campo. No PS3, porém, independente da configuração usada, nota-se uma perda de qualidade na imagem, e também parece haver um leve delay. Isso não compromete a jogatina, mas é possível perceber.

Para quem quer ver o resultado da captação, temos um vídeo com games capturados nos três consoles, Just Dance 3 (Wii), Rocksmith (PS3) e Driver: San Franscisco (Xbox 360). Todos foram capturados com a qualidade mÁxima possível pelo aparelho. O canal no YouTube da AVerMedia Brasil também possui alguns vídeos capturados de consoles, para quem quer ter uma noção da qualidade da captura.

Abaixo temos seis exemplos de imagens capturadas nos games Spiderman: Shattered Dimensions (Xbox 360) e Gran Turismo 5 (PS3). Curiosamente, o desempenho na captura de screenshoots não é muito animador, ficando com uma qualidade abaixo da vista na captura de vídeos.


- Continua após a publicidade -

Quanto ao espaço para o disco de armazenamento, o HDD instalado de 160GB bastou para o uso com uma boa margem, sendo que o aparelho deu uma estimativa de 22 horas de gravação em modo alta qualidade (15MB/s), 28 horas em qualidade boa (12MB/s) e 34 horas em modo de duração mÁxima (10MB/s). O vídeo final apresenta uma perda de qualidade, natural pela compactação da codec utilizada, mas mesmo assim o resultado final é bom.

{break::Visualizar e copiar vídeos} Assim que capturado, é possível visualizar o material  diretamente no próprio aparelho. O player do AVerMedia é bastante simples, não cumprindo muito mais que simplesmente rodar os vídeos. Em suas capacidades de pré-edição, temos apenas a possibilidade de ver os vídeos e, caso não agrade, excluir.

Edição, ou até a publicação destes vídeos, precisam ser feitos através de um computador, pois o AVerMedia não possui conexão com internet ou softwares de edição interna. Para passar os arquivos para o computador, é preciso conectar um dispositivo, como pendrive ou HD externo, para fazer a cópia dos arquivos, caso você utilize um HD interno, e não tenha optado por gravar diretamente no dispositivo externo.

A interface operada com as setas do controle não é Ágil, mas não é preciso muita prÁtica pra entender seu funcionamento simples. De um lado, temos o HDD interno, e do outro o dispositivo externo. Basta selecionar os arquivos desejados e dar o comando (que pode ser para copiar, excluir, etc).

Apesar de prÁtico este processo de cópia, uma conexão de rede local seria uma boa pedida, dispensando este trabalho de conectar um dispositivo externo para fazer a transferência. Imagine ter que passar 100GB de vídeos? Não raro, não temos este espaço disponível mesmo em um HD externo, e vai ser preciso deletar alguns arquivos para liberar memória. A conexão por rede tornaria possível "puxar" os arquivos pela rede local, algo bem mais prÁtico e Ágil.

{break::Conclusão}Um ponto importante para se construir a conclusão é o preço. O AVerMedia ainda não possui seu preço de comercialização divulgado no Brasil, porém no exterior pode ser encontrado por U$ 140, algo dentro da média dos aparelhos deste tipo.

A versatilidade de gravar games dos três principais consoles (pelo menos até o lançamento do Wii U) tornam ele uma boa escolha inclusive para quem utiliza diversas plataformas. É uma pena que conectar mais de um aparelho gere interferências, o que nos leva ao inconveniente de precisar desconectar os demais consoles, quando deseja usar um (isso mesmo se os demais videogames estejam desligados).

Apesar de não dar muitas possibilidades de formatos para a gravação, o AVI com codec H.264 e Áudio MP3 são padrões bastante usados, e não devem trazer maiores complicações para quem deseja editÁ-los em seu computador, sendo suportados pela maioria dos softwares.

Outro ponto que um potencial comprador do aparelho deve levar em consideração foi a perda de qualidade na imagem, quando se substitui a conexão HDMI pela vídeo componente. Este não é um defeito específico do AVerMedia, jÁ que os aparelhos de captura de consoles em geral usam esta conexão. JÁ no caso do PS3, em nossos testes, houve uma sutil perda de qualidade na imagem (comparado com a conexão por vídeo componente sem o AVerMedia) e um leve delay, que não comprometem o jogo, mas podem incomodar gamers hardcore, para os quais pequenos atrasos podem trazer grandes prejuízos. No Wii e no Xbox 360 não hÁ esta diferença, pelo menos aparentemente.

O AVerMedia é com certeza um acessório indispensÁvel para quem quiser produzir conteúdos sobre games, como vídeos, anÁlises ou notícias, ou mesmo faz muita questão de registrar e publicar seus feitos no mundo dos jogos.


PRÓS
Interface simples
eficiente e prÁtico na captura de vídeos e screenshots
Multiplataforma
Boa qualidade na captura
CONTRAS
Não tem conexão HDMI
Perda sutil de qualidade, delay no PS3
Só funciona corretamente com um console conectado por vez
Transferência apenas pela saída USB
Screenshots com pouca qualidade
Só possibilita gravar em um codec e formato
Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.