ANÁLISE: MSI Z68A-GD80 (G3)

ANÁLISE: MSI Z68A-GD80 (G3)

Depois de analisarmos as placas-mãe Asus P8Z68-V Pro e Gigabyte GA-Z68X-UD3H-B3, agora é a vez da MSI Z68A-GD80 (G3), placa TOP de linha da empresa com o chipset Intel Z68 para socket 1155 (Sandy Bridge).

Mas antes de começarmos a review, uma ótima notícia a nossos leitores, que essa placa utilizada vai para mais um concurso cultural em breve, fique de olhos abertos no site.

MSI Z68A-GD80 (G3)
Como principais características da placa-mãe, temos seu layout diferenciado, utilizando componentes militares que, de acordo com a MSI, dão maior estabilidade e desempenho em overclock, um dos pontos fortes da placa. Outra característica bem importante é que ela jÁ vem com dois slots PCI-Express 16x de terceira geração, suportando assim uma largura de banda de 32GB/s, o dobro do padrão de mercado presente na maioria das mainboads atuais. Vale ressaltar que essa tecnologia não é nativa do chipset.

Entre as principais características da placa temos:
  • Componentes da linha Military Class II: Alta qualidade e estabilidade
  • OC Genie II: Melhore o desempenho com o Auto OC em 1 sec
  • ClickBIOS II: Interface de bios amigÁvel UEFI
  • Super Charger: Carregamento de energia rÁpido para iPad/iPhone/smartphone
  • THX TruStudio PRO: Aproveite toda a experiência de Áudio
  • Suporte a conexões USB 3.0 & SATA 6Gb/s

{break::Especificações}Abaixo, todas as especificações da MSI Z68A-GD80 (G3):

Especificações:

  • CPU
    • Supports Intel® Sandy Bridge processors in LGA1155 package.
    • Please refer to CPU Support for compatible CPU; the above description is for reference only.
  • Chipset
    • Intel® Z68 (B3) Chipset
  • Main Memory
    • Supports four unbuffered DIMM of 1.5 Volt DDR3 1066/1333/1600*/2133*(OC) DRAM, 32GB Max
    • Supports 1GB/ 2GB/ 4GB/ 8GB DRAM size
    • Supports Dual channel mode
  • Slots
    • 2 PCI Express gen3 x16 slots
    • PCI_E2 supports up to PCIE x16 speed when PCI_E4 is empty, or PCI_E2 will support up to PCIE x8 speed when PCI_E4 is installed
    • PCI_E4 supports up to PCIE x8 speed
    • • 1 PCI Express gen2 x16 slot
    • • 2 PCIE x1 slots
    • When both of the PCIE x1 (PCI_E1, PCI_E3) slots have been installed, only the PCI_E1 slot is available, using one PCIE x1 slot is recommended.• 3 PCI Express gen2 x1 slots
    • 2 32-bit v2.3 master PCI bus slots.
    • Support 3.3v/5v PCI bus interface.
  • On-Board SATA
    • SATAII controller integrated in Intel® Z68 (B3) chipset
    • Up to 3Gb/s transfer speed.
    • Supports four SATAII ports (SATA3~6) by Z68 (B3) PCH
    • SATAIII controller integrated in Intel® Z68 (B3) chipset
    • Up to 6Gb/s transfer speed.
    • Supports two SATAIII ports (SATA1~2) by Z68 (B3) PCH
    • SATA1~6 ports support RAID 0/1/5/10 mode by Intel Z68 (B3) PCH
    • SATAIII / eSATAIII controller integrated in Marvell® 88SE9128 chipset
    • Supports one SATA 6Gb/s port & one eSATA 6Gb/s port (back panel)
  • USB 3.0 1
    • USB 3.0 internal connector by NEC® D720200
    • 2 USB 3.0 rear I/O ports by NEC® D720200
  • Audio
    • Chipset integrated by Realtek® ALC892
    • Flexible 8-channel audio with jack sensing
    • Compliant with Azalia 1.0 Spec
    • Meet Microsoft Vista Premium spec
  • LAN
    • Supports two PCI Express LAN 10/100/1000 Fast Ethernet by Realtek 8111E.
  • IEEE1394 / FireWire
    • VIA® VT6308P chipset
    • Supports up to two 1394 ports. (Rear panel x1, pinheader x1)
    • Transfer rate is up to 400Mbps.
  • Internal I/O Connectors
    • ATX 24-Pin power connector
    • 8-pin ATX 12V power connector
    • 6-pin ATX 12V VGA connector
    • CPU x 1 / System x 4 FAN connectors
    • CD-in connector
    • Front panel audio connector
    • Front panel connector
    • 1 x chasis intrusion connector
    • 3 x USB 2.0 connectors
    • 1 x USB 3.0 connectors
    • 4 x Serial ATAII connectors
    • 3 x Serial ATAIII connectors
    • 1 x IEEE1394 connector
    • 1 x Clear CMOS jumper
    • 1 x SPDIF-out connector
    • 1 x TPM module connector
    • 1 x Voltage Check Point
    • 1 x Power button
    • 1 x Reset button
    • 1 x OC Genie button
  • Back Panel I/O Ports
    • 1 x Optical SPDIF port
    • 1 x PS/2 Mouse/Keyboard port
    • 1 x Clear CMOS button
    • 1 x IEEE1394 port
    • 2 x RJ45 LAN Jacks
    • 4 x USB 2.0 ports
    • 1 x eSATA port
    • 2 x USB 3.0 ports
    • 1 x DVI-I port
    • 1 x HDMI port
    • 1 x 6 in 1 audio jack


{break::O chipset Z68}Com o lançamento da geração Sandy Bridge, a Intel desenvolveu de início duas linhas de chipsets da série 6 para o consumidor doméstico: a H e P, ambas compatíveis com a nova pinagem 1155. O que basicamente diferenciava uma da outra era o fato de a H67 suportar a GPU on die dos novos processadores, enquanto a P67 tinha como destaque a possibilidade de explorar o recursos de overclock das CPUs.

Passados os meses, a Intel – em um movimento curioso – lançou o Z68, que une o melhor dos chipsets P67 (possibilidade de OC) e H67 (saída de vídeo para a GPU integrada). A princípio, a conclusão natural seria a de que com a chegada do Z68, a Intel (ou o mercado) colocaria um fim nos dois primeiros chipsets, uma vez que estes acabariam que de uma forma ou de outra, "perdendo" o sentido, jÁ que o Z68 seria uma espécie de P67 + H67.

Entretanto, ao que parece, os três chipsets deverão coexistir por algum tempo: o H67 como uma opção de baixo custo; o Z68 como a versão top do segmento intermediÁrio de alto desempenho da Intel (especialmente voltado para explorar os processadores Sandy Bridge da série "K"), enquanto o P67 ficaria como um meio termo entre os dois primeiros. Contudo, tudo indica que, se o P67 não for extinto de forma oficial pela a Intel, as fabricantes parceiras tenderão a explorar bem menos este em favor do Z68, bem mais atrativo em termos comerciais.

- Continua após a publicidade -

O Z68 conta com 16 linhas de PCIe, permitindo assim as configurações 1x16 ou x8 + x8 para CrossFire ou SLI (mÁximo de 2 VGAs).

Por falar em camadas do PCI Express, a nova geração de chipsets da Intel turbinou a comunicação do barramento de 2,5GT/s para 5GT/s. Dessa forma, um único slot PCIe x1 suporta agora uma largura de banda de 500MB/s por direção, ou 1GB/s de forma bidirecional. Essa mudança foi fundamental, entre outras coisas, para o uso de controladoras externas de USB 3.0.

O Z68 (assim como os demais chipsets da plataforma Cougar Point) atua como um hub controlador para todos os periféricos, vídeo e conectores de armazenamento. Entre o processador e o chipset, hÁ apenas um link DMI de 20 GB/s e o FDI (Flexible Display Interface) usado pelo sinal de vídeo da GPU integrada.

O chipset possui nativamente duas portas SATA de 6Gbps e quatro do tipo de 3Gbps, 14 portas USB 2.0 e Áudio HD de oito canais e rede.


Abaixo, um resumo dos principais recursos presentes no chipset Z68:

- Suporte para a segunda geração da família de processadores Intel Core
Suporta a segunda geração da família de processadores Intel Core com a tecnologia Intel Turbo Boost 2.0, processador Intel Pentium e processador Intel Celeron. O chipset Z68 também habilita os recursos de overclocking dos processadores Intel Core de segunda geração.

- Tecnologia de armazenamento Intel Rapid (Intel RST)
Com a adição de outros discos rígidos, fornece um acesso mais rÁpido a arquivos de foto digital, vídeo e dados com o RAID 0, 5 e 10 e maior proteção dos dados contra falhas de disco rígido com o RAID 1, 5 e 10. Suporte para configurações de RAID com HD de mais de 2.2 TB. O suporte para SATA externo (eSATA) ativa a velocidade mÁxima da interface SATA fora do gabinete de até 3 Gb/s.

- Intel Smart Response
Esta tecnologia promete alcançar desempenho próximo aos sistemas que utilizam apenas armazenamento em SSDs, utilizando um caching inteligente baseado em blocos frequentemente utilizados pelos programas, para aumentar o desempenho do sistema. De acordo com a Intel, o ganho pode ser até quatro vezes maior do que ao se utilizar unicamente um HD.

- Continua após a publicidade -

- Tecnologia Intel Rapid Recover (Intel RRT)
A mais nova tecnologia de proteção de dados da Intel fornece um ponto de recuperação que pode ser utilizado para recuperar rapidamente o sistema em caso de falha no disco rígido ou se os dados forem danificados. O clone pode, também, ser montado como um volume "somente leitura" para permitir a recuperação de arquivos individuais.

- LucidLogix Virtu
Com essa tecnologia, os PCs com processadores Sandy Bridge passarão a contar, de forma dinâmica, com um avançado sistema de gerenciamento de energia e recursos grÁficos, disponibilizando assim a potência necessÁria para cada tipo de atividade.

Dessa forma, se o usuÁrio, por exemplo, estiver navegando na internet ou utilizando uma suíte de escritório, o Virtu irÁ acionar a GPU integrada do Sandy Bridge - economizando energia - ao "adormecer" a VGA principal (seja ela GeForce ou Radeon). Caso seja necessÁria mais potência, como por exemplo, em um jogo, o programa da LucidLogix desabilita a GPU integrada, passando a utilizar da placa 3D "stand alone".

- Suporte a discos rígidos maiores que 2.2TB
Suporta nativamente discos rígidos maiores que 2.2TB em 64 bits, com plena utilização de espaço de armazenamento.

- Suporte para HDMI, DisplayPort, eDP e DVI2
O HDMI (High Definition Multimedia Interface) oferece vídeo de alta definição e Áudio de múltiplos canais descompactados em um único cabo, com suporte para todos os formatos de alta definição, inclusive 720p, 1080i e 1080p. O Vídeo duplo independente expande o espaço de trabalho visualizÁvel para dois monitores.

- Suporte a vÁrios monitores    
Suporte para múltiplos monitores com Windows 7

- Áudio de Alta Definição (Intel HD Audio)
O suporte para Áudio integrado possibilita som digital surround de alta qualidade e fornece recursos avançados como streams múltiplos de Áudio e reatribuição de tomadas.

- Serial ATA (SATA) 6Gb/s
Interface de armazenamento em alta velocidade de próxima geração com apoio para taxas de transferência de até 6Gb/s para excelente acesso a dados com até duas portas SATA.

- Continua após a publicidade -

- Serial ATA (SATA) 3Gb/s
Interface de armazenamento de alta velocidade com suporte para até quatro portas SATA.

- Interface PCI Express 2.0
Oferece até 5 GT/s para acesso rÁpido a dispositivos periféricos e redes com até oito portas PCI Express 2.0 x1, configurÁveis como x2 e x4 conforme os designs das motherboards.

{break::Powered by MSI}Conheça agora as tecnologias que a MSI implementou nesta placa para turbinar a linha Z68. Abaixo, você conhecerÁ um pouco mais dos componentes da linha Military Class II, do OC Genie II, ClickBIOS II, PCI Express Gen 3ower Design, 12 Phase Power Design, Super Charger, THX TruStudio PRO e Winki3. Ou seja, todos os diferenciais desta placa em relação a qualquer outro modelo da linha Z68.

Military Class II

Esta tecnologia promete trazer muito mais qualidade e estabilidade à mainboard. Os Hi-c Caps dela são, por exemplo, feitos de tântalo, um raro elemento químico muito mais resistente e mais condutivo, material que é utilizado também na fabricação de satélites e naves espaciais, por exemplo. A expectativa é que estes componentes tenham uma vida útil de até oito vezes mais que os capacitores sólidos.

Além dos Hi-c Caps, todos os outros capacitores são sólidos, garantindo mais segurança ao sistema e durabilidade de dez longos anos à placa.

OC Genie II

Este sistema de overclock permite, de maneira simples e rÁpida, aumentar o desempenho de sua mÁquina, bastando que, para isso, você o habilite na BIOS. Com o slogan "overclocke em 1 segundo", a MSI promete ganho de performance de até 145% em aplicativos 3D e até 457% nas ações que utilizem o HD.


ClickBIOS II

Esta é a nova interface da BIOS criada pela MSI. Praticamente igual à versão do Windows, esta nova BIOS possui suporte a mouse e permite controle total apenas com simples cliques.

PCI Express Gen 3
Esta é a primeira mainboard do mundo a ter suporte à terceira geração de placas PCI Express. Com uma largura de banda de 32GB/s, estas PCI Express trazem uma taxa de transferência 2x mais rÁpida que a segunda geração, aumentando a eficiência e a compatibilidade

12 Phase Power Design
Multi-fases dÁ aos eletrônicos uma maior capacidade elétrica, além de uma melhor estabilidade em caso de overclock. Resumindo, é mais poder e segurança à placa-mãe.

Super Charger

O Super Charger provém mais rapidez na hora de recarregar a bateria de seus aparelhos portÁteis. Como cada vez mais estes dispositivos trazem baterias maiores e têm maior demanda de energia, nada mais natural do que os computadores conseguirem acompanhar esta necessidade, oferecendo uma maior parte da energia que recebe das tomadas. É isto que acontece com o MSI Super Charger. Este programa consegue fazer o Windows reconsiderar o modo de fornecimento de energia das portas USB, tornando-o mais poderoso e, consequentemente, carregando a bateria de seus gadgets mais rapidamente.

THX TruStudio PRO

THX é uma marca de Áudio high-end (padrão visual para a reprodução de filmes, home theaters, alto-falantes e outros dispositivos de Áudio). Produtos que têm certificação THX são projetados para permitir que os usuÁrios experimentem, jogos, filmes e vídeos como se fossem ao vivo, jÁ que têm reprodução precisa e fiel. Um efeito sonoro mais realista, com alta fidelidade de reprodução, pode fazer como que o vídeo de alta definição pareça ainda mais poderoso.

Winki3
o Winki3 é um sistema operacional baseado em Linux, semelhante ao eJIFFY, que a ECS passou a utilizar em suas motherboards. As principais características deste tipo de sistema ficam por conta da rapidez de boot e leveza do sistema, que se torna uma alternativa aos sistemas operacionais mais robustos quando você quer fazer um uso mais rÁpido, sem grandes demandas de softwares, como usar a Internet, ver fotos, bater papo e assim por diante.

{break::Fotos}Abaixo temos uma série de fotos da mainboard, destacando seu belo acabamento, com dissipadores de cor azul.

Diferente das demais mainboards com chipset Z68 que testamos, a MSI Z68A-GD80 (G3) traz apenas duas conexões de vídeo, DVI e HDMI, sem VGA ou até mesmo Display Port. A placa suporta triple Crossfire/SLI devido seus três slots PCI-Express. Ainda possui conexões Sata III e USB 3.0 como os demais modelos, mas traz duas conexões RJ45 de rede, outro diferencial frente aos modelos que testamos anteriormente.

Para quem gosta de sistema aberto, ela possui botões de power/reset integrados à placa, muito úteis, além de opção para monitoramento avançado de energia.

JÁ para os iniciantes em overclock, a placa disponibiliza um botão chamado "OC Genie" que ao ser pressionado, aplica um overclock automÁtico ao processador na próxima vez que o sistema for inicializado. Falaremos dele quando tratarmos do overclock mais adiante.

BIOS
Assim como praticamente todas as demais empresas do mercado, a MSI disponibilizou seus modelos de placas com chipset Z68 utilizando uma nova interface amigÁvel da BIOS, suportando inclusive mouse. Mas além disso, ela também disponibilizou uma interface para o Windows de controle da BIOS, semelhante ao Touch BIOS da Gigabyte. Abaixo temos uma série de fotos/telas, tanto da BIOS original como da versão para Windows.

{break::MÁquinas/Softwares utilizados}Utilizamos seis mainboards nos comparativos, todas baseadas na plataforma Sandy Bridge e utilizando o mesmo processador, um Core i7 2600K. Abaixo, uma foto do sistema montado com a mainboard analisada, além de detalhes dos sistemas e drivers utilizados.


MÁquinas utilizadas nos testes:
- Motherboards: MSI Z68A-GD80 (G3), Gigabyte GA-Z68X-UD3H-B3, Gigabyte H67MA-UD2H, Asus P8Z68-V Pro, Asus P8P67 Pro, ECS H67H2-I
- Processador: Intel Core i7 2600K @ 3.4GHz
- Memórias 4 GB DDR3-1333MHz Corsair Vengeance
- HD 1TB SATA 3 Seagate
- Fonte Thermaltake 450W
- Intel BOX

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 7 64 Bits com Updates
- Intel HD Graphics 15.22.1.2361
- Intel INF 9.2.0.1030

Aplicativos/Games:
- WinRAR 4.0
- Sandra Lite 2011
- CineBENCH 11.5
- x264 HD Benchmark 4.0
- wPrime 2.04
- Far Cry 2

CPU-Z
A seguir, algumas telas do CPU-Z e GPU-Z mostrando as principais características da placa e sistema.


{break::Winrar, Sandra, CineBench}Como destacamos em diversas reviews de placas-mãe, hÁ diferença muito baixa de desempenho entre modelos com mesmo chipset, se é que podemos dizer que existe diferença. Nesta review, novamente comprovaremos isso, uma vez que os comparativos mostram placas bem semelhantes, com chipset Z68 (MSI, Gigabyte e Asus), chipset H67 (ECS e Gigabyte) e uma P67 (Asus).

WinRAR
Diferença praticamente nula entre os principais modelos.

{benchmark::2124}

SiSoftware Sandra 2011
Novamente, sem mudanças de desempenho em as placas utilizadas.

{benchmark::2125}

CineBENCH 11.5
Aqui temos uma ligeira desvantagem da Gigabyte H67MA-UD2H, mas nada que fuja muito dos padrões normais. As demais ficam, mais uma vez, praticamente coladas.

{benchmark::2126}

x264 HD Benchmark 4.0
Apesar de uma pequena diferença entre alguns modelos, nada que deva ser levado em consideração, jÁ que a diferença é muito baixa.

{benchmark::2127}

wPrime
Abaixo vemos que a diferença entre o primeiro e o último modelo é de dois segundos, muito baixa para o tempo total que eles levam em média.

{benchmark::2128}

Far Cry 2
Fizemos alguns testes com o vídeo integrado Intel Graphics HD 3000 do processador Core i7 2600K utilizado. Como podem ver abaixo, não temos o resultado com a placa da Asus por ela ser baseada no chipset P67, sem conexões de vídeo, assim como todas que utilizam esse chipset.

As variações podem acontecer por diversos motivos, mas nestes casos novamente não representam uma diferença significativa. Principalmente porque utilizam bastante a placa de vídeo em aplicações como jogos, que é a mesma em todos os sistemas, jÁ que todos usam o mesmo processador.

{benchmark::2129}

Quando testamos com qualidade alta em DX10, provamos mais uma vez que o desempenho das placas avaliadas não tem diferença perceptível ao gamer.

{benchmark::2130}

{break::Overclock}Assim como com as demais placas testadas, colocamos o Core i7 2600K de 3.4GHz para 4.3GHz, ganho considerÁvel (vale destacar que esse processador ultrapassa 5.0GHz com um cooler melhor), principalmente por estarmos utilizando um cooler BOX. Apesar de temperaturas altas, como com o teste do wPrime, o sistema mostrou-se estÁvel.

Para o overclock, apenas colocamos o multiplicador em 43x, desativamos o Turbo Boost e funções de gerenciamento e temperatura. Não foi necessÁria nenhuma alteração manual na voltagem, mantemos a opção em "auto". Isso mostra o bom overclock da mainboard e do processador, sem necessidade de mudanças avançadas, mesmo que a placa tenha tais opções.

Abaixo a tela principal do CPU-Z


WinRAR
No teste com o WinRAR, temos um ganho bastante alto, apresentando uma performance quase 50% superior ao obtido sem o overclock, bem semelhante ao resultado da placa da Gigabyte.

{benchmark::2131}

CineBENCH 11.5
A diferença de desempenho do sistema com o overclock também é notada no CineBENCH, com um aumento do desempenho em 20%, diga-se de passagem, consideravelmente abaixo do ganho com o WinRAR.

{benchmark::2132}

x264 HD Benchmark
O ganho com o teste de conversão de vídeo foi ainda menor, apenas 9% superior.

{benchmark::2133}

wPrime
Com o wPrime o overclock resultou bom ganho de performance do sistema, cerca de 25% mais rÁpido com a modificação.

{benchmark::2134}

OC Genie
Outra opção muito interessante e que surte bom efeito quando se trata de overclock é o botão OC Genie integrado à placa. Pressionando esse botão, na próxima vez que o sistema reiniciar, automaticamente ele virÁ overclockado.

Dependendo do processador, esse overclock pode ser considerÁvel. No caso do Core i7 2600K utilizado, pulou de 3.4GHz para 4.2GHz, muito próximo do overclock que fizemos.


{break::Intel Rapid Storage Benchmarks}Um dos grandes atrativos de mainboards com chipset Z68 estÁ na tecnologia Intel Rapid Storage, que a grosso modo dÁ ao HD grande parte do excelente desempenho de um SSD. Ainda tem a vantagem do espaço de armazenamento que um HD oferece, ainda consideravelmente superior a um SSD, principalmente quando se trata de custo por MB: hoje, compramos um HD de 2TB pelo preço de um SSD de 60GB.

O conceito é simples: serÁ necessÁrio um HD e um SSD, sendo que o SSD não precisa ter uma capacidade muito grande. Inclusive um de 20GB jÁ possibilita o uso da tecnologia. No caso, utilizamos um HD de 1TB e um SSD de 120GB. O sistema vai gerar um "cache" do que for utilizado e armazenar no SSD. Como a leitura dele é muito mais rÁpida do que o HD, quando tais dados jÁ cacheados no SSD forem requisitados o sistema consegue-se acessÁ-los de maneira muito mais rÁpida do que se fosse dentro do HD, que possui desempenho bem inferior.

Não iremos entrar em detalhes de configurações, mas serÁ necessÁrio ativar o RAID na BIOS e o sistema operacional tem que estar configurado para tal tecnologia. Após feito isso, é necessÁrio instalar o "Intel Rapid Storage Technology Driver". Nos nossos testes, utilizamos a versão 10.5.0.1026. Com ele o usuÁrio tem controle total da tecnologia, com algumas opções de gerenciamento. Abaixo, algumas telas.


HD Tune
Rodamos o HD Tune três vezes, mostrando bem como a tecnologia vai gerando ganho na medida que o sistema vai guardando em cache o que é "utilizado", até logicamente chegar a um limite.

Como é possível observar, em pouco tempo de uso, o usuÁrio jÁ pode perceber o benefício do recurso, com ganho de desempenho na casa dos 45%, chegando até ao "teto" de 100%. Ou seja, o sistema dobra de performance em se tratando de velocidade de armazenamento.

{benchmark::2135}

{break::Conclusão}Depois de testarmos outros modelos muito bons de mainboards com chipsets Z68, como a Asus P8Z68-V Pro e a Gigabyte GA-Z68X-UD3H-B3, a placa Z68A-GD80(G3) da MSI foi uma bela surpresa. Não porque esperava algo inferior, até porque as placas com selo "GD" são modelos diferenciados e a GD80 em questão é a TOP de linha, mas a surpresa foi porque ela consegue ser bastante imponente. Em certos casos, é até rústica, como nos "chokes", o que, por outro lado, combina totalmente com a linha "Military Class". A placa traz o que tem de melhor em tecnologias e se comporta muito bem em overclock, seja para usuÁrios avançados ou para iniciantes através do OC Genie.

A BIOS com interface amigÁvel, inclusive com suporte ao Windows, é outro atrativo, que facilita muito a vida de alguns usuÁrios. Um exemplo de como uma interface Windows ajuda, é que é possível pesquisar sobre configurações na internet enquanto se faz as mudanças, ao contrario de uma BIOS padrão, que obriga o usuÁrio a pesquisar antes ou em outra mÁquina.

Outra tecnologia bastante interessante é a terceira geração do PCI-Express que, em teoria, dobra a banda de dados, mas resta saber o quanto isso vai surtir efeito na prÁtica. E ainda sobre essa tecnologia, os usuÁrios precisam se atentar sobre um detalhe: existe outra mainboard chamada Z68A-GD80 (B3) que não tem os slots padrão geração 3. O modelo que possui esses slots tem "(G3)" no nome. Inclusive hÁ alguns dias a MSI acusou a Gigabyte de lançar mainboars com "pci-e gen 3 fakes" que supostamente também teriam essa tecnologia, mas que na verdade seriam da segunda geração ainda(PCI Expres 2.0).

Para finalizar, apesar de ser um produto melhor do que os demais utilizados na comparação, ela custa mais, e não é tão pouco assim. A GD80 (G3) custa em média cerca de U$ 230 dólares, nada menos que U$ 70 dólares a mais que a placa da Gigabyte e U$40 dólares a mais que a da Asus. Entre os motivos, com certeza estÁ o fato de a placa trazer suporte à terceira geração do PCI-Express, sendo ela uma das poucas mainboards no mundo com esse suporte.

Em breve iremos lançar um Concurso Cultural com essa placa utilizada na review.

PRÓS
Excelente acabamento
Muito boa para overclock, seja avançado ou para principiantes
Suporte à GPU integrada Sandy Bridge com saídas DVI e HDMI
Intel Smart Response
Suporte ao LucidLogix Virtu
Triple Crossfire ou SLI
Interface de controle da bios amigÁvel, inclusive com controle pelo Windows
CONTRAS
Poderia ter o suporte à tecnologia HydraLogix
Assuntos
Tags
  • Redator: Pedro Lima

    Pedro Lima

    Graduando de Jornalismo e Ed. Física, Pedro cresceu jogando videogames e futebol. Dividiu sua infância e adolescência com master-system, super nintendo, 486, k6-2, playstations e outros eletrônicos. Com eles aprendeu, além de gostar de games, tecnologia e ciência, a idolatrar Homer Simpson e Jaiminho, do Chaves.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.