ANÁLISE: MSI R6850 Cyclone Power Edition OC

ANÁLISE: MSI R6850 Cyclone Power Edition OC

HÁ alguns dias recebemos para review da MSI a placa de vídeo MSI R6850 Cyclone Power Edition OC, modelo TOP de linha da empresa a utilizar o chip Radeon HD 6850.

A seguir iremos analisar a placa por completo, fazendo uma comparação com outra Radeon HD 6850 com características de um modelo referência. Para saber maiores detalhes da placa baseada no modelo referência, assim como tecnologias suportadas, confira nossa review da Radeon HD 6850 da XFX publicada em dezembro de 2010.

Preste bem atenção nesta review pois o produto dela poderÁ ser seu. Depois de analisarmos e testarmos, faremos um concurso cultural em parceria com a MSI, onde o ganhador levarÁ a placa utilizada nessa review para casa. Mais detalhes na conclusão da review.

MSI R6850 Cyclone Power Edition OC
Esta versão traz o chip Radeon 6850 com overclock de fÁbrica, além de um sistema de refrigeração muito mais potente, capaz de fazer com que a placa eleve o seu poder de processamento, possibilitando um aumento de velocidade considerÁvel mesmo em comparação com a mesma placa overclockada da própria MSI sem o cooler Cyclone.

Além do aumento de performance da GPU, a Cyclone Power Edition OC traz algumas outras melhorias em relação às outras versões que você pode conferir na próxima pÁgina, na seção Diferenciais.


{break::Diferenciais}A MSI produz quatro versões desta mesma placa: A R6850 normal; a versão overclockada; a Power Edition (com Cyclone) e a overclockada Power Edition, com o sistema Cyclone, a top das três e justamente a que estamos analisando nesta review.

A MSI R6850 Cyclone Power Edition OC possui o sistema de 6+1 fases de energia e aumento na velocidade da GPU de 775MHz para 860MHz, maior inclusive que a versão overclockada da mesma placa mas sem a refrigeração do cooler Cyclone, que é de 820MHz. A placa grÁfica possui 1GB de memória (4400MHz contra 4000MHz da versão sem overclock.

Abaixo uma tabela com as principais diferenças entre as placas:


Clique na imagem para ver um comparativo entre as 4 placas

Cyclone - Sistema de refrigeração
O sistema, que recebeu críticas excelentes, é equipado com um cooler de 9 cm de diâmetro e um dissipador de cobre e níquel, que juntos fazem com que a placa aumente o seu poder de processamento potencializando sua velocidade, o que pode ser comprovado analisando a versão overclockada sem este sistema de ventilação. O poderoso Cyclone chega a diminuir a temperatura da GPU em até 14ºC e reduzir 4dB de ruído da placa operando em velocidade mÁxima, em comparação com o modelo referência (MSI HDR6850).

Você ainda pode ajustar a velocidade  do cooler, na própria placa, para operar em modo desempenho ou modo silencioso, dando prioridade às melhores condições de processamento ou ao baixo ruído para jogar ou assistir filmes, por exemplo, controlando também o consumo de energia do sistema.


Sistema 6+1 fases de energia
O sistema de alimentação 6 + 1 aumenta a estabilidade de overclock da placa, aproveitando todo seu potencial. A R6850 Cyclone Power Edition é a primeira placa baseada no chip da Radeon HD6850 a suportar essa tripla sobretensão. Além disso, com  o software OC MSI, o usuÁrio pode ajustar a voltagem da GPU, RAM e VDDCI.

Material com qualidade Military Class II
Os componentes são feitos com materiais que aumentam a qualidade, estabilidade e vida útil da placa grÁfica. Isso inclui o acabamento em tântalo (elemento químico excelente condutor de calor e eletricidade), que tem durabilidade oito vezes maior que outros materiais rígidos, o SFC de alta performance oferece 30% a mais de energia ao sistema.Todo os caps sólidos possuem durabilidade de mais de dez anos.

{break::Fotos}Confira as fotos da placa. A MSI optou por um design mais aerodinâmico, que dÁ ideia de movimento e potência ao cooler. Nota-se também que a Power Edition é mais "aberta" em relação ao modelos sem o Cyclone. O que faz diferença na capacidade de resfriamento do sistema.


MSI R6850 Cyclone Power Edition OC e MSI R6850

Abaixo temos mais algumas fotos colocando lado a lado a R6850 Cyclone com uma Radeon HD 6850 com características referência da XFX.


{break::MÁquina/Softwares utilizados}Utilizamos uma mÁquina TOP de linha baseada em um processador Intel Core i7 980X overclockado para 4.2GHz, evitando assim qualquer dúvida sobre gargalo do processador.

As placas utilizadas nos comparativos foram, por parte da AMD (ATi) foram a MSI R6850 Cyclone PE OC, XFX Radeon HD 6870, 5850 e 6850 e 6790, jÁ por parte da NVIDIA, utilizamos as placas GeForce GTX 560 e GTX 550 Ti.

Abaixo, uma foto da R6850 Cyclone montada no sistema utilizado para os testes.

A seguir, os detalhes da mÁquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.

MÁquina utilizada nos testes:
- Mainboard Gigabyte GA-X58A-UD9
- Processador Intel Core i7 980X @ 4.2GHz
- Memórias 4 GB DDR3-1600MHz G.Skill Trident
- HD 1TB Sata2 Western Digital Black
- Fonte XFX 850W Black Edition
- Cooler Thermalright Venomous X

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 7 64 Bits
- Intel INF 9.2.0.1030
- Catalyst 11.5: Placas AMD(ATI)
- ForceWare 270.61: Placas Nvidia

Configurações de Drivers:
3DMark
- Anisotropic filtering: OFF
- Antialiasing - mode: OFF
- Vertical sync: OFF
- Demais opções em Default

Games:
- Anisotropic filtering: Variado através do game testado
- Antialiasing – mode: Variado através do game testado
- Texture filtering: High-Quality
- Vertical sync: OFF
- Demais opções em Default

* Todos os filtros foram aplicados via game testado. Apenas o Starcraft II, que não possui configuração interna de filtros, nos obrigou a configurar via drivers.

Aplicativos/Games:
- 3DMark Vantage 1.1.0 (DX10)
- 3DMark 11 1.0.1 (DX11)
- Unigine HEAVEN Benchmark 2.1 (DX11)

- Aliens vs Predator (DX11)
- Crysis Warhead (DX10)
- DiRT 2 (DX11)
- F1 2010 (DX11)
- Just Cause 2 (DX10/10.1)
- Mafia II (DX9)
- Metro 2033 (DX11)
- StarCraft II (DX10)

{break::GPU-Z, Temperatura}Abaixo temos a tela principal do aplicativo GPU-Z com detalhes técnicos da R6850 Cyclone PE OC da MSI. Como podemos ver, os clocks são superiores a um modelo referência devido seu overclock, com core a 860MHz(default = 775MHz) e memórias a 4.4GHz(default = 4GHz).


Temperatura
Iniciaremos nossa bateria de testes com um bastante importante, a temperatura do chip, tanto em modo ocioso como em uso contínuo.

Quando a placa estÁ em modo ocioso, o sistema de cooler Cyclone consegue deixar ela 6 º graus abaixo de um modelo referência, com vantagem de gerar menor ruído.

{benchmark::1761}

Assim como em modo ocioso, em modo de uso contínuo o sistema da Cyclone da MSI novamente consegue abaixar em 6º graus a temperatura na comparação com uma placa utilizando cooler referência, e novamente o destaque fica pelo sistema de cooler da Cyclone fazer menos ruído.

{benchmark::1762}

Ruído
Como destacado acima, essa é uma característica muito importante para muita gente. A Radeon HD 6850 tem por padrão um problema no cooler de modelos referência, que geram bastante ruído principalmente em uso contínuo. Placas como a Cyclone que possuem um sistema de cooler diferenciado tendem a resolver esse problema, e consequentemente temos uma redução considerÁvel no ruído gerado pela placa.

{break::3DMark Vantage, 3DMark 11}3DMark Vantage
Embora considerados testes bastante polêmicos por parte da comunidade, por serem tachados como benchs sintéticos que não refletem, muitas vezes, a condição da placa no mundo real (leia-se jogos), a série 3DMark é um dos indicadores de performance mais amplamente utilizados em todo o mundo e não poderíamos refutÁ-los.

Com o Vantage a placa começou bem, com ganho de 9% sobre o score do modelo referência, mas ainda assim longe de alcançar a 6870.

{benchmark::1763}

3DMark 11
Na versão 11 do 3DMark o ganho foi de mesma porcentagem que no Vantage, mas agora ela fica empatada tecnicamente com a GTX 560, mostrando que em algumas situações pode fazer frente a placa da Nvidia, que diga-se de passagem tem valor bem acima, cerca de U$ 40 dólares a mais.

{benchmark::1764}

{break::Unigine Heaven 2.1}Unigine HEAVEN 2.1 - DirectX 11
Trata-se de um dos testes sintéticos mais "descolados" do momento, pois tem como objetivo mensurar a capacidade das placas 3D em suportar os principais recursos da API grÁfica DirectX 11, como é o caso do Tessellation.

O teste foi dividido em duas partes: uma sem e outra com o uso do Tessellation, ambas a 1920x1080 com o filtro de antialiasing em 8x e anisotropic em 16X.

Assim como nos testes anteriores, o ganho com tessellation desativado também foi na casa de 9% de vantagem da R6850 Cyclone sobre uma 6850 com características referência.

{benchmark::1765}

Para finalizar os testes sintéticos, com a tecnologia tessellation ativada em modo normal no Heaven 2.1, novamente ganho na casa de 9% sobre uma referência, precisamente 9,8%. A diferença para com a 6870 ficou em 6%.

{benchmark::1766}

{break::Aliens vs Predator}Chegamos finalmente ao ponto alto da review: os testes em jogos!

Nada melhor do que começar por Aliens vs Predator, game que traz o suporte ao DX11 e que foi muito bem recebido pelo público e crítica.

Como podemos ver abaixo a R6850 Cyclone jÁ começou se comportando muito bem, ficando empatada tecnicamente com a GeForce GTX 560, inclusive à frente na tabela.

Vemos também que a R6850 Cyclone fica com performance entre uma 6850 referência e uma 6870.

{benchmark::1767}

{benchmark::1768}

{benchmark::1769}

{break::Crysis Warhead}O FPS futurístico da Crytek fez muito barulho por trazer uma qualidade grÁfica bem superior aos concorrentes e por ser considerado, por muito tempo, como um dos games que mais exigia recursos do computador, principalmente das placas 3D. Assim, nada melhor do que submeter as VGAs da review pelo crivo de "Crysis Warhead".

A briga no Crysis Warhead é incrível, agora além de duelar com a GTX 560, a R6850 Cyclone também "chama" pra briga a 6870, colocando todas as placas em pé de igualdade.

{benchmark::1770}

{benchmark::1771}

{benchmark::1772}

{break::DiRT 2}"Colin McRae: Dirt 2", mais conhecido simplesmente como DiRT 2, é uma das séries de corrida off-road de maior sucesso da história da indústria dos jogos eletrônicos. Lançado em setembro de 2009, o game foi um dos primeiros a ser desenvolvido com o DirectX 11.

JÁ em DiRT2 temos mudanças na comparação com os testes anteriores. A GTX 560 fica bem a frente mostrando a superioridade da Nvidia nesse game, com a R6850 Cyclone ficando entre a 6850 referência e a 6870, pouco mais próxima da placa mais potente.

{benchmark::1773}

{benchmark::1774}

{benchmark::1775}

{break::F1 2010}As Radeons se deram muito bem em F1 2010, game baseado na engine EGO 1.5 da Codemasters.

Mas se DiRT 2 a Nvidia se sai melhor, F1 2010 a AMD se destaca. Como podemos ver abaixo as placas da AMD alcançam resultados bem melhores. Assim como em outros testes, a R6850 Cyclone fica entre a 6850 referência e a 6870, mas coloca 20% de ganho sobre a GTX 560.

{benchmark::1776}

{benchmark::1777}

{benchmark::1778}

{break::Just Cause 2}Outro game no qual as placas da série Radeon dominam em todos os segmentos é o Just Cause 2, curiosamente apoiado pela NVIDIA.

Abaixo podemos ver que a GTX 560 novamente fica na quarta colocação, com a R6850 Cyclone bastante próxima da 6870. Na resolução mais alta, a vantagem da R6850 da MSI sobre uma 6850 referência é superior a 10%.

{benchmark::1779}

{benchmark::1780}

{benchmark::1781}

{break::Mafia II}Mafia II trouxe a continuação do aclamado game de ação em terceira pessoa ambientado no obscuro mundo da mÁfia italiana dos anos 40 e 50 nos EUA.

Neste teste a placa volta a se posicionar entre as Radeons 6850 e 6870 de referência, ficando mais próxima do desempenho alcançado pela pela placa de maior potência e também da GTX 560, chegando a ultrapassar esta última nos testes com maior resolução.

{benchmark::1782}

{benchmark::1783}

{benchmark::1784}

{break::Metro 2033}Trata-se de um FPS da 4A Games baseado em um romance homônimo russo, que conta a saga dos sobreviventes de uma guerra nuclear ocorrida em 2013 que se refugiam nas estações de metrô. O game, que faz uso intensivo da técnica de Tessellation e demais recursos do DirectX 11, desbancou de Crysis o título de jogo mais pesado. Sendo assim, nada melhor do que observar como se comportam as VGAs sob este intenso teste.

Aqui a placa da MSI volta a se situar entre as 6850 e 6870 de referência, se aproximando do desempenho da GTX 560, especialmente nas resoluções maiores.

{benchmark::1785}

{benchmark::1786}

{benchmark::1787}

{break::StarCraft II}Em nosso último teste utilizamos o game de estratégia StarCraft II, que, quando lançado, gerou bastante polêmica pelo fato de os drivers da ATI não suportarem filtros corretamente. Problema jÁ resolvido e que agora nos permite uma comparação justa entre as duas empresas. Dessa forma, rodamos o jogo com 8xAA e 16xAF, configurações setadas via drivers, diferentemente de todos os demais testes, afinal StarCraft II não possui esse tipo de configuração interna.

Novamente a MSI R6850 Cyclone alcançou um desempenho entre as Radeons 6850 e 6870, mais próximo da segunda. Aqui as placas da Nvidia apresentam um desempenho melhor, com a GTX 560 se distanciando da placa da MSI, e a GTX 550 Ti com uma performance ainda inferior, porém mais próxima da alcançada pela Cyclone.

{benchmark::1788}

{benchmark::1789}

{benchmark::1790}

{break::Overclock: Temperatura, 3DMark 11}Apesar da placa jÁ ser overclockada de fÁbrica, por ser desenvolvida com componentes da mais alta qualidade, além de controlador de fases e um cooler diferenciado, ela pode ir além. Colocamos o core trabalhando a 950MHz e memórias a 4800MHz. Se compararmos esses clocks com os de uma 6850 referência, que são de 775MHz no core e 4000MHz nas memórias, chegamos a aumento de 22% no core e 20% nas memórias, valores bastante considerÁveis.

Abaixo a tela principal do Afterburner com as configurações utilizadas, além do GPU-Z mostrando as principais características da placa quando overclockada. Vale ressaltar que existem casos onde a placa conseguiu chegar a 1GHz no core estÁvel, mas como ela farÁ parte de um concurso cultural não vamos ariscar gerar algum problema. :-)


Temperatura
Como vemos abaixo, em modo ocioso a temperatura subiu apenas 1º na comparação com a temperatura da placa quando utilizando seus clocks padrões.

{benchmark::1791}

Em modo de uso contínuo a temperatura subiu 3º graus quando overclockamos, mesmo assim 3º graus abaixo do modelo referência.

{benchmark::1792}

3DMark 11
Se tratando de desempenho, no 3DMark 11 o ganho foi de 9% da placa quando overclockada sobre o score com seus clocks originais, mas se levarmos em consideração o ganho sobre uma 6850, a melhora foi de nada menos que 19,5%, resultado excelente, deixando ela inclusive a frente de uma Radeon HD 6870, serÁ que se comportarÁ assim nos demais testes?

{benchmark::1793}

{break::Overclock: AvsP, Mafia II e Metro 2033}Além do 3DMark 11, fizemos testes com a placa overclockada na resolução de 1920x1080 em alguns games. Vamos acompanhar abaixo como a placa se comportou.

Aliens vs Predator
Novamente temos um excelente ganho de desempenho da R6850 Cyclone, quando overclockada, se equiparando a uma 6870. Apesar de não ter ficado à frente na tabela, ficou na mesma casa de FPS. Se compararmos o ganho sobre uma 6850 referência, temos melhora de 20,3%.

{benchmark::1794}

Mafia II
Rodando o Mafia II, apesar do ganho em porcentagem da R6850 Cyclone sobre uma 6850 ter sido menor do que no AvsP, ela conseguiu novamente superar a 6870 na tabela, assim como fez rodando o 3DMark 11.

{benchmark::1795}

Metro 2033
Para finalizar, novo resultado impressionando da R6850 Cyclone quando overclockada. A placa fica em pé de igualdade com uma 6870, e diga-se de passagem, custando menos e consumindo menos também. O ganho dela quando overclockada sobre uma 6850 referência foi de 17%.

{benchmark::1796}

{break::Conclusão}O público brasileiro presa muito por produtos que tenham bom custo benefício, muito devido ao valor cobrado em nosso país ser muito acima do que é cobrado internacionamente, principalmente na comparação com os Estados Unidos.

A série Radeon HD 6800 se destaca muito por estar entre as melhores linhas da AMD no que diz respeito a custo / benefício. Uma Radeon HD 6850 pode ser encontrada por U$ 160 dólares nos EUA, jÁ uma 6870 por menos de U$ 200 dólares.

Como a performance de uma 6870 é de 15 a 20% acima de uma 6850, nada melhor do que pagar por uma 6850 que possa chegar perto de uma 6870, mais ainda, se torne uma competidora direta da recém lançada GTX 560 (que custa U$199 dólares), mas custando menos. A MSI R6850 Cyclone Power Edition OC é um belo exemplo de projeto diferenciado. Utiliza componentes de primeira linha, desenvolvida para aguandar situações de overclock acima do que outros modelos do mercado, com destaque para seu sistema de cooler e alimentação de fases 6+1, que implica em melhor gerenciamento das voltagens do GPU, RAM e VDDCI. O cooler promete diminuir em até 14º graus a temperatura de alguns modelos, no caso do modelo utilizado para comparação, da XFX, a diferença ficou em 6º, mas quando se trata de ruído, ai podemos confirmar que teve uma grande melhora, de acordo com a MSI, chegando a ser 15,7% mais silenciosa que o cooler referência da AMD.

Seu preço em cenÁrio internacional é de cerca de U$ 175 dólares, um pouco acima de uma 6850 padrão, mas que se justifica pelos benefícios que o modelo traz, entre os jÁ citados acima, o fato de ser um produto que prometa uma vida mais longa pela qualidade diferenciada dos componentes utilizados.

Como destacamos no inicio da review, junto a publicação estamos ativando o Concurso Cultural onde você leitor poderÁ concorrer a essa placa que analisamos, para isso precisarÁ colocar sua criatividade para funcionar, criando uma frase, que fale qual diferencial faz você sonhar com essa placa. PARA PARTICIPAR, CLIQUE AQUI.

PRÓS
Excelente acabamento
Sistema de cooler Cyclone
Controles triplo de fases
Temperaturas menores do que modelo referência
Alto poder de overclock
CONTRAS
N/A
Assuntos
Tags
amd
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.