ANÁLISE: Tt eSports Black Gaming Mouse

ANÁLISE: Tt eSports Black Gaming Mouse

A Thermaltake, empresa famosa por seus produtos na Área de coolers, sistemas de refrigeração, fontes e gabinetes, entra no segmento de periféricos voltados ao público gamer com a marca Ttesports. A linha tem como foco os jogadores profissionais e pessoas que dedicam vÁrias horas de seu tempo em jogos.

O Black estÁ entre os produtos que inauguram a participação da Thermaltake  neste novo mercado dos gamers hardcore, e junto com o Azurues forma as primeiras opções de mouses produzidos pela empresa. DisputarÁ espaço com produtos de marcas consolidadas como a Razer, Steelseries, Logitech e Microsoft, além de aparelhos de marcas de outros segmento que, assim como a Thermaltake, também estão entrando neste mercado, caso da Cooler Master. 


Em conjunto com a review do Black Gaming Mouse, também serÁ feita a anÁlise de três outros produtos da série Ttesports: a luva Gaming Glove e os mousepads Conkor e Dasher.

{break::Especificações e fotos}O Black é um mouse com corpo emborrachado e base de teflon. Possui seis botões, sendo dois deles dedicados ao ajuste da sensibilidade do mouse, com as configurações de 400, 800, 2000 e 4000 DPI. Possui design com luzes vermelhas, sendo que uma delas atua como medidor de dpi em uso. O Black funciona com um sensor à laser da Philips com 4000 DPI de precisão, e ao longo dos testes se mostrou preciso em diversos tipos de superfícies.



Especificações técnicas

- Continua após a publicidade -
  • DPI : 400/800/2000/4000
  • Formato de dados USB : 16 bits
  • Aceleração mÁxima : 50G
  • Velocidade mÁxima : 90IPS
  • Report rate : 500 reports por segundo
  • Peso ajustÁvel : cinco pesos de 4.5g
  • Buttons (Left / Right) : 5 milhões de cliques
  • Comprimento do Cabo : 1.8 m
  • Material na base : Teflon
  • Conector USB : Folheado a ouro

{break::Ajustes}O Tt eSports Black não depende da instalação de nenhum driver para que todas suas funcionalidades estejam ativas, o que traz um defeito: não é possível regular macros e diversas outras configurações. A impossibilidade de criação de macros e scripts fazem falta, especialmente para os jogadores hardcore de games de estratégia e MMORPGs. O recurso acaba tornando-se pouco interessante em um mouse com apenas um botão adicional, configurado para desempenhar a função "pÁgina anterior" dos navegadores.

Outro ponto negativo é a falta de opções editÁveis para a regulagem de DPI, ficando "engessada" nos padrões 400, 800, 2000 e 4000. Com um raio amplo de configurações possíveis (de 400 a 4000 dpi) faltam opções intermediÁrias, especialmente entre o 800 e o 2000 dpi. Também não é possível fazer configurações diferenciadas no design no mouse, como escolha das cores das luzes, ou definir padrões diferentes para o efeito de piscar da luz do logo Tt eSports.

O Black possui peso ajustÁvel, feito através de pesos posicionados dentro do corpo do mouse, como acontece em diversos outros modelos. A regulagem é feita com cinco pesos de 4.5 gramas cada, possibilitando uma variação de até 22.5g no peso do mouse.


{break::Design}Com um design na cor preta e luzes vermelhas, o visual do Black é focado ao público gamer, como prometem ser os produtos da série Ttesports. O corpo emborrachado deixa o mouse firme na mão, assim como a base em teflon funciona bem tornando o uso confortÁvel. A forma, um pouco menor que alguns outros modelos, é bastante confortÁvel, e o formato dos botões faz com que os dedos praticamente encaixem neles, evitando que eles escapem mesmo em movimentos bruscos, ou que falhe o clique.

O mouse possui três luzes nas cores vermelhas. Uma estÁ localizada no botão de scroll, outra na parte traseira do mouse, o logotipo da série Ttesports, e outra no lado esquerdo do mouse. Esta última é um conjunto de 4 pequenas luzes que servem como referência do ajuste de DPI em uso, correspondendo às configurações 400, 800, 2000 e 4000 DPI, respectivamente. JÁ a luz do logotipo mostra um efeito de esmaecer, de tempos em tempos.

- Continua após a publicidade -


Black configurado com 4000 dpi

Apesar da assimetria neste modelo ser bastante sutil, ele é mais confortÁvel ao uso com a mão direita, com o polegar melhor encaixado quando usada com a destra. O botão adicional também estÁ localizado à esquerda, inacessível quando utilizado com a canhota. Apesar de ser possível utilizar com a mão esquerda, diferente de alguns modelos mais assimétricos que inviabilizam o uso com esta mão, não é uma opção interessante para os canhotos.

Na lateral esquerda fica o "anti-sli thumb grip", uma textura diferenciada para dar maior firmeza ao polegar, durante o uso do mouse. O defeito deste recurso é que estÁ posicionado próximo da ponta, e mesmo quem segura o mouse com uma empunhadura  mais avançada acaba tocando apenas uma pequena Área desta textura. Esta falha é minimizada pelo corpo todo emborrachado do Black, que jÁ garante uma boa firmeza, sem necessidade de outros recursos.

{break::Mousepad}Durante os testes do Black, foram utilizados dois mousepads, também da linha Tt eSports: o Conkor e o Dasher. Ambos são flexíveis, feitos de tecido e com a base emborrachada

O Dasher é um pouco menor, em relação ao Conkor, com medidas 400x 320x 4mm, e um acabamento arredondado na borda superior esquerda. O tecido da parte superior é seda, e nos testes com o Black e outros mouses com bases em plÁstico, o mousepad funcionou bem, com um bom espaço para utilizar o mouse e trabalhando sempre com muita precisão. A base emborrachada manteve o mousepad firme, sem deslizar sobre a mesa.

- Continua após a publicidade -

 

O Conkor possui um tecido trançado, mais Áspero que o Dasher. Também apresentou um bom desempenho, especialmente quando usado com o mouse Black. Segundo o site, possui as mesmas medidas que o Dasher, porém basta sobrepô-los para notar que ele é um pouco maior, por ter um acabamento reto em todas as laterais.

EstÁ incluso no kit, tanto do Conkor quanto do Dasher, uma tira de velcro para manter os mousepads enrolados durante o transporte, e uma sacola de tecido para o transporte, acessório bastante útil para quem carrega seus periféricos consigo.

{break::Gaming Glove}A Tt eSports Gaming Glove é um daqueles acessórios para quem quer jogar em alto nível. A luva tem como objetivo melhorar a aderência da mão ao mouse, e dar mais conforto ao jogador em jogos prolongados.

A luva possui um tecido acolchoado na base que torna mais confortÁvel o apoio da mão sobre o mouse, e ao mesmo tempo que melhora a aderência do Black à mão. Este recurso, porém, pode trazer um empecilho, de acordo com a forma que o jogador usa o mouse. Para aqueles que apoiam o pulso na mesa, esta superfície acaba sendo bastante aderente, e a mão passa a não deslizar mais sobre a mesa ou no mousepad. É uma boa pedida para aqueles que querem firmar a mão num ponto, e usar um ajuste de DPI alto, do contrÁrio a luva acaba dificultando manobras maiores com o mouse. Quem joga sem tocar a mesa com a mão ou pulso, não sentirÁ esta diferença.

 

Nas laterais e em diversos pontos da luva hÁ buracos para ventilação, porém mesmo assim a luva esquenta um pouco, com o uso prolongado. Nada que comprometa jÁ que, em compensação, ela absorve o suor da mão, mantendo a aderência sempre firme do mouse à mão. Outro ponto interessante é o tecido em partes da luva feitos de Lycra, que evitam que a mão esquente muito. Por fim, a luva possui alças entre alguns dedos, para facilitar a retirada.

Ela cumpre o papel de dar mais firmeza e conforto ao jogador, especialmente para aqueles que não se incomodam com a aderência do acolchoado tocando o mousepad ou a mesa. No restante, seria interessante que a Thermaltake desenvolvesse uma opção mais alongada que chegue até o pulso, e dê firmeza ajudando a evitar lesões como Síndrome do Túnel do Carpo, que pode atingir quem utiliza por períodos prolongados o computador de forma inadequada.

{break::Conclusões}O Black se mostrou confortÁvel para uso por períodos prolongados, com um design confortÁvel e firme na mão, aliado a possibilidade de regulagem do peso. A precisão ajustÁvel foi o suficiente para o uso diÁrio, mas ficou devendo ajustes mais precisos de DPI, com lacunas muito grandes entre as quatro configurações padrão, uma ausência complicada para um periférico que tem como objetivo não deixar um gamer hardcore "na mão".

Outras ausências também foram sentidas, como a impossibilidade de configurar macros e scripts, e nenhuma opção de personalização do mouse, em qualquer aspecto que não seja no peso regulÁvel. Como vantagem da simplificação dos ajustes, não é preciso nenhum driver ou configuração para utilizar o Black, mas existem mouses com memória interna que jÁ tornam possível você fazer vÁrias configurações e trocar o mouse de computador sem perder seus ajustes.

Para quem deseja um mouse e simples e funcional para jogar, especialmente jogos FPS, o Tt eSports Black é um bom periférico, confortÁvel para o uso e de ajustes fÁceis. JÁ aqueles que preferem deixar o mouse com "a sua cara", utilizam vÁrios perfis e/ou usam macro nos games, o Black fica devendo estes recursos.

Update: Segundo a Thermaltake, serÁ lançado um painel e configuração para o Black em janeiro. É esperar para ver quais serão as possibilidades de ajustes que virão.


PRÓS
Não necessita de drivers nem ser configurado
ConfortÁvel para uso
CONTRAS
Não é possível personalizÁ-lo
Falta de ajustes mais precisos de DPI
Não configura macros ou scripts
Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.