ANÁLISE: Uncharted: Drake's Fortune (PS3)

ANÁLISE: Uncharted: Drake's Fortune (PS3)

A mais ou menos 400 anos atrÁs, um grande descobridor e aventureiro, o Sir Francis Drake, realizou uma grande caçada em busca da lenda de El Dorado. Tal caçada criou inúmeras pistas, lendas e mitos que repercutem muito nos dias de hoje. Depois de todo esse tempo, um aventureiro moderno e destemido (Nathan Drake), tenta com ajuda de seu amig, Victo Sullivan, e a repórter Elena Fisher, correr atrÁs das pistas deixadas pelo Sir Francis, tentando chegar mais longe que seu antepassado.

Mas não é só ele que tem conhecimento da história e com isso terÁ de enfrentar não só as adversidades naturais como também piratas modernos que são muito bem armados e muito gananciosos. Assim, Drake, além de ter que caçar o tesouro, tem que enfrentar os inimigos sedentos por ouro, só na base da coragem e da vontade de sobreviver, dependendo do combate corpo-a-corpo e das armas que consegue pegar dos inimigos.

Dai em diante é só aventura, fugir e sobreviver em meio a tiroteios, contra piratas, em ruínas, florestas fechadas, ou rios e cachoeiras.


{break::Jogabilidade}Em um jogo de aventura, o que mais importa, junto com uma história atraente, é uma jogabilidade boa e fluida. No caso de Uncharted, o jogo reúne três grandes sucessos do mundo gamemaníaco: Prince of Persia, Tomb Raider e Gears of War. Mesmo se baseando em tantos jogos consagrados para criar sua própria jogabilidade, o game tem personalidade própria e não passa a sensação de estar diretamente ligado a nenhum aspecto destes outros jogos.

O que Uncharted usou como inspiração para sua jogabilidade foi o sistema de pulos, escaladas de Tomb Raider e Prince of Persia, mas o jogo deixou esse sistema muito mais sutil e real, deixando as escaladas, pulos e caminhadas por lugares estreitos muito mais real.

JÁ o elemento Gears of War aparece no momento dos tiroteios, onde o jogador tem de se agachar e se proteger em caixas, pilares, paredes ou qualquer coisa que dê cobertura. Estando bem protegido, você se desloca ligeiramente para poder ter uma mira e trocar tiros com os inimigos. Além desse sistema de tiros conhecido, os desenvolvedores de Uncharted resolveram dar mais opções de posições para atirar, além de agachar, escorar, podemos atirar pendurados em pedras, paredes, muros ou barrancos.

O caminhar do personagem é muito suave e com respostas rÁpidas e coerentes com sua movimentação na hora da execução dos comandos. Por exemplo: ao pular, ao invés de saltar no meio de uma passada rÁpida, o personagem vai pular no próximo passo, como se pegasse impulso ou acertasse a passada para o salto. Mesma coerência tem no momento em que você estÁ seguindo para uma direção e rapidamente o jogador o envia para a direção contraria, o personagem não gira em seu próprio eixo e flutua no ar virando, ele "freia" sua corrida e a inicia novamente para o outro lado.


{break::GrÁficos}Com essa nova geração de vídeo games, o que mais se fala e tem grande peso decisivo na escolha de um jogo, ou até mesmo de um console, é a parte grÁfica. Por esse motivo, os jogos tem saídos cada vez mais belos e com grÁficos mais caprichados, e a Naughty Dog colocou todos seus esforços para destacar Uncharted como um dos jogos mais belos do console da Sony e da geração atual.

Atualmente, um game tem duas opções em termos de engine grÁfica: ou ele usa uma engine famosa e bem reconhecida, ou começa uma do zero e tenta a sorte - com essa última alternativa a empresa terÁ uma engine que possui tudo que necessita para por na pratica suas idéias para o jogo e pode ter um sucesso instantâneo, ou ainda o rÁpido fracasso. Pensando nisso a Naughty Dog aproveitou a chance de fazer um jogo exclusivo para o PlayStaion 3, e fez uma engine do zero, criou tudo do nada e assim pôde aproveitar cada recurso da RSX e do CELL, entregando no resultado final uma experiência única em grÁficos.

Analisando graficamente os personagens, podemos dizer que eles estão entre os mais bem modelados e animados desta geração. O personagem principal (Drake) possui mais de 3 mil animações (sendo 150 apenas para posições de se proteger em barricadas dos tiroteios), e no total o game possui mais de 7 mil animações, fazendo com que, quer seja nas cenas cinematogrÁficas da história, ou durante a jogabilidade, a reação do personagem seja a mais realística e suave possível.  A impressão que temos é de assistir a um filme e não um jogo com polígonos e texturas evidentes. Além das animações primorosas, a modelagem dos personagens estÁ muito bem feita, com atenção dada a todos os detalhes.

Para se ter uma idéia dos detalhes que fazem o jogo se destacar, repare na roupa de Drake, ao andar, correr e se movimentar em geral. A camiseta dele não é apenas uma textura na modelagem do personagem e sim é uma outra "peça" que se deforma correspondentemente a cada movimento. Ao entrar em na Água, conforme você vai se molhando, suas roupas e pele vão visivelmente ficando molhadas.

Mas o jogo não é só feito dos personagens, os cenÁrios são de babar, deixando-nos muitas vezes a perder uns minutinhos vislumbrando o cenÁrio que chega a se confundir com a realidade.

JÁ que o protagonista é um caçador de tesouros, os cenÁrios são compostos por mata fechada e ruínas históricas que, além de apresentarem texturas excelentes e realistas, se desfazem com as passagens do personagem ou explosões. A mata estÁ bem detalhada, desde grandes Árvores com suas gigantescas raízes e pedras cobertas de limo até as pequenas plantas e grandes matos que tem interação com o personagem. Ao andar entre as folhas, elas se movimentam, fazendo com que o cenÁrio seja parte viva do visual do game. Não só a mata é um show à parte, mas a representação de Água pode ser descrita como uma das mais belas do mundo dos games. Ela possui um sistema de física que simula ondas sem cortes, com animações constantes sem emendas, sistema de renderização de reflexão e refração. E todo esse cenÁrio bem produzido é aliado às técnicas de HDR, Bump Mapping, Parallaz Mapping, Blend Shaders, Global Ilumination, Texture Streaming e Real time shadows.


{break::Áudio}No jogo, a parte sonora acompanha a qualidade grÁfica, com muitos detalhes fielmente reproduzidos. Como boa parte do jogo se passa em uma floresta fechada, não bastam apenas excelentes grÁficos para reproduzir fielmente o cenÁrio, como também a parte sonora ajuda a dar vida àquilo que se vê na tela.

Desde o pisar na grama até o cantar dos pÁssaros estão muito bem detalhados sonoramente. Os rios e quedas d'Água estão com efeitos sonoros muito bons, dando vida ao cenÁrio e passando a sensação de estar em uma floresta de mata fechada.

Mas além do cenÁrio, o jogo também dÁ uma atenção especial aos tiroteios. Os disparos das armas são bem peculiares, cada um com uma sonoridade específica e exclusiva. Cada tipo de superfície acaba tendo sons diferentes quando as balas atingem o chão, pilares, Árvores, etc, e na intensidade dos tiroteios cada barulho te cerca no momento em que o jogador estÁ acuado com inúmeros inimigos disparando as armas para tentar acertar o personagem.

As vozes dos personagens estão dignas de filmes de Hollywood, muito bem interpretadas e bem gravadas, bem sincronizadas com os lÁbios dos personagens e condizentes com as ações e linguagem corporal de cada um. A dublagem estÁ disponívl tanto em inglês quanto em português de Portugal.


{break::Conclusão}Um dos jogos mais recomendados e falados entre os donos de PlayStation 3, Uncharted veio para ficar e conquistar inúmeros fãs no mundo dos games, seja por sua história envolvente e não exagerada, ou pela intensa ação ao desvendar os mistérios dos pequenos puzzles ou atirando e tentando sobreviver no meio da floresta e antigas ruínas. Sem contar o conforto de poder ter o jogo todo traduzido para o português-PT. Uma das poucas coisas que faz falta nesse jogo é um modo multiplayer e até um "Co-op" neste estilo de jogo cairia muito bem.

Assuntos
Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.