Publicidade

Criador do PlayStation não vê sentido em um metaverso na realidade virtual

Para Ken Kutaragi, a proposta não é muito diferente de um site com quadros de mensagens anônimas

20/01/2022 às 10:59 por Felipe Gugelmin
Reportar erro
Publicidade

Um dos grandes responsáveis pela criação do PlayStation, o engenheiro e executivo Ken Kutaragi não vê muito sentido na promoção do metaverso como um espaço acessível através da realidade virtual. Em uma entrevista concedida à Bloomberg News, ele afirmou que não entende o propósito de criar ambientes virtuais que imitam as características da realidade como a conhecemos.

Estar no mundo real é muito importante, mas o metaverso é sobre fazer algo quase real no mundo virtual, e eu não consigo ver muito objetivo nisso”, explicou Kutaragi. “Você iria preferir ser um avatar polido em vez de sua versão real? Isso não é essencialmente diferente de um site com quadros de mensagens anônimas”.

Publicidade

Aos 71 anos de idade, o inventor do PlayStation acredita que as tecnologias que propõem a criação de um metaverso dependente de headsets de realidade virtual servem mais para dividir as pessoas do que unir o mundo real ao digital. Kutaragi chegou a ocupar o cargo de CEO da Sony Computer Entertainment até 2006, deixando a companhia completamente em 2011 para logo depois assumir o cargo de CEO e presidente da Ascent Robotics Inc..

Metaverso é uma das grandes apostas da indústria

O engenheiro responsável pela primeira versão do console é uma voz discordante da indústria, que aposta na integração entre o real e o virtual como futuro. Entre as empresas que mais apostam na nova tecnologia está o Facebook, que chegou a mudar seu nome oficial para Meta como forma de provar seu compromisso.

A Microsoft também é uma grande apoiadora da iniciativa, e já iniciou alguns experimentos no Microsoft Teams para trazer ao software um ambiente de interação virtual. Recentemente, a empresa também citou a construção do metaverso como um dos principais motivos que a levaram a adquirir a Activision Blizzard.

As novas tecnologias também contam com o apoio de grandes nomes como a Epic Games — que considera Fortnite como seu próprio metaverso — e a Nike, que anunciou recentemente a criação de um espaço virtual para interações sociais dentro de Roblox. A Unity também deve se mostrar um concorrente forte nesse espaço, prometendo o uso das tecnologias da Weta Digital para a criação de experiências próprias.
 

Fonte: BNN Bloomberg
Publicidade
Assuntos
Notícias Playstation Tendência
Tags
playstation
CLIQUE PARA COMENTÁRIOS

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Niantic demite 90 funcionários e cancela quatro projetos

Consoles: edição deluxe de LEGO Star Wars: A Saga Skywalker é lançada no Brasil

Bug no Windows Defender diminui em até 6% desempenho de CPUs Intel

Youtuber tenta fazer upgrade de MacBook Pro com chip M1 para M2

Square Enix confirma lançamento de Star Ocean: The Divine Force para outubro com novo trailer

Publicidade