Publicidade

Prepare o bolso: CPUs e GPUs devem ficar ainda mais caras em 2022

Uma das principais fundições da indústria vai aumentar seus preços em até 20%

19/01/2022 às 09:56 por Felipe Gugelmin
Reportar erro
Publicidade

Enquanto os anos de 2020 e 2021 já foram difíceis para quem precisava fazer upgrade no PC ou montar um novo sistema, 2022 promete trazer preços ainda maiores. A fundição TSMC, uma das maiores da indústria, anunciou esta semana que vai aumentar os preços para a fabricação de novos chips em até 20% durante os próximos meses.

Entre os clientes da companhia estão nomes como AMD e NVIDIA, que devem repassar o aumento nos custos de fabricação diretamente aos consumidores. Somado à falta de produtos nas lojas e à especulação que o mercado tem enfrentado nos últimos anos, isso significa que processadores e placas gráficas dedicadas devem ficar ainda mais inacessíveis.

Publicidade

A notícia surge em um momento no qual a TSMC divulgou que teve lucros trimestrais recordes de US$ 6 bilhões, valor 16,4% superior aos números registrados no mesmo período do ano passado. Segundo a empresa, o aumento de preços é resultado da pandemia contínua do COVID 19, que tem impactado em sua capacidade de obter matérias-primas.

TSMC atribui aumento a problemas logísticos

A fundição também explica que, além de aumentar o preço de materiais, a pandemia também trouxe problemas logísticos em escala global que resultaram em atrasos e no aumento de fretes. Outro fator que pode ter contribuído para a decisão é o incêndio recente nas plantas de fabricação da ASML, que fornece muitas das ferramentas usadas pela TSMC.

A principal afetada deve ser a AMD, que usa as tecnologias de 7 nanômetros da fundição e, em breve, vai ter que lutar com outras fabricantes por espaços nas fundições de chips de 5 nanômetros (para os processadores Zen 4). A princípio, a NVIDIA deve ser menos afetada por ter feito no passado grandes reservas que vão garantir a fabricação da nova linha de GPUs da série RTX 40.

Outro cliente afetado deve ser a Apple, que concordou em pagar mais à TSMC para garantir a prioridade na fabricação do chip SoC A16 de nova geração. O aumento dos preços de fabricação foi anunciado semanas depois da NVIDIA alegar que previa um aumento no fornecimento de GPUs para a segunda metade de 2022 — o que ainda pode acontecer, acompanhado por custos maiores para os consumidores.
 

Via: PC Gamer Fonte: DigiTimes
Publicidade
Assuntos
AMD Hardware Notícias Nvidia
Tags
tsmc cpu gpu placa de vídeo processador nvidia amd
CLIQUE PARA COMENTÁRIOS

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Driver AMD Radeon Adrenalin 22.6.1 chega otimizado para F1 22 + DOWNLOAD

Niantic demite 90 funcionários e cancela quatro projetos

Consoles: edição deluxe de LEGO Star Wars: A Saga Skywalker é lançada no Brasil

Bug no Windows Defender diminui em até 6% desempenho de CPUs Intel

Youtuber tenta fazer upgrade de MacBook Pro com chip M1 para M2

Publicidade