Publicidade

Chefes do Xbox e PlayStation se manifestam sobre caso Activision Blizzard

Phil Spencer e Jim Rayan se juntam a toda indústria contra os casos de assédios

18/11/2021 às 20:02 por Raphael Giannotti
Reportar erro
Publicidade

Os casos de abuso e assédio dentro da Activision Blizzard já estão por toda parte. O CEO da empresa, Bobby Kotick, sabia de várias delas, sendo até mesmo notificado legalmente para que ações fossem tomadas, mas o responsável pela desenvolvedora deixou passar todas elas. Isso revoltou não só os funcionários, mas toda a indústria. Os responsáveis pelo Xbox, Phil Spencer, e PlayStation, Jim Ryan, também expressaram suas opiniões sobre a situação.

17/11/2021 às 14:15
Notícia

Acionistas da Activision-Blizzard cobram que Bobby Kotick dei...

Bobby Kotick sabia dos casos de assédio sexual dentro da empresa e ignorava a situação

Publicidade

Ambos comentaram sobre o assunto em e-mails corporativos enviados para suas próprias equipes e claro que eles já sabiam que os mesmos seriam divulgados pela internet. O site Bloomberg teve acesso aos e-mails. Os dois se juntam a vários outros nomes da indústria em relação a esse asunto, principalmente em solidariedade com as vítimas.

"Esse tipo de comportamento não tem lugar em nossa indústria", comenta Phil Spencer. O CEO do Xbox diz que ficou "profundamente preocupado" sobre o ocorrido. Sem detalhar muito, ele diz que as relações entre a divisão Xbox e a Activision Blizzard passarão por "ajustes proativos". Phil Spencer, inclusive, já trabalhou com um dos acusados, Ben Kilgore. 

O funcionário da Activision Blizzard e o CEO do Xbox trabalharam juntos no lançamento do Xbox One, segundo o site Kotaku. Ben Kilgore foi demitido da desenvolvedora de Call of Duty e Overwatch em 2018 depois de múltiplas acusações de assédio sexual. Além disso, como lembra o Kotaku, durante a GDC 2016, a equipe do Xbox apresentou mulheres vestidas como colegiais fazendo pole dancing

Publicidade

Agora, em entrevista recente ao programa Axios da HBO, Phil Spencer diz estar arrependido sobre esse caso. "É algo que me arrependo e nossa jornada como Xbox? Absolutamente. Acho que saímos dessa experiência melhores do que entramos? Sim, como um time, nós meio que dissemos que essas coisas não nos define", conta Spencer em entrevista.

02/08/2021 às 14:58
Notícia

Activision Blizzard: novo relatório mostra mais relatos de as...

Quarto de hotel foi nomeado como Cosby Suite, em referência à Bill Cosby, durante evento da Blizzcon

Já Jim Ryan, chefe do PlayStation, disse que a Activision Blizzard "não fez o suficiente para corrigir uma cultura profunda de discriminação e assédio". Após toda a situação com Bobby Koctick, CEO da Activision Blizzard, vir à tona, Ryan teria entrado em contato a desenvolvedora para expressar a preocupação e para perguntar a eles como planejam resolver a situação. "Nós não acreditamos que a resposta deles propriamente resolva a situação", disse Jim Ryan à sua equipe.

Via: Kotaku, Kotaku
Publicidade
Assuntos
Notícias Playstation Xbox
Tags
xbox playstation
CLIQUE PARA COMENTÁRIOS

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Benchmark vazado mostra GeForce RTX 3050 com desempenho bem próximo a GTX 1660 Ti

NVIDIA aumenta preços das GPUs GeForce RTX 30 na Europa

Vendas de dispositivos AR e VR dobrou nos Estados Unidos em 2021

NVIDIA GeForce GT 1010 aparece em benchmark depois de um ano de lançamento

WWE 2K22 chega em 11 de março; versão nWo 4-Life Edition custará quase R$ 650

Publicidade