Publicidade

AMD revela novas CPUs para servidores EPYC Milan-X com tecnologia 3D V-Cache

A empresa promete até 15% a mais de desempenho em alguns jogos e até 50% em certas cargas de trabalho

13/11/2021 às 10:10 por Saori Almeida
Reportar erro
Publicidade

A AMD revelou os primeiros detalhes sobre os novos CPUs da terceira geração EPYC Milan-X, processadores pensados para servidores que pela primeira vez oferecem a tecnologia 3D V-Cache, durante o seu evento Accelerated Data Center. Esses CPUs mantém a arquitetura de núcleo Zen 3 e aumentam o desempenho em computação intensiva através do aumento de cache.

29/10/2021 às 11:54
Notícia

Quinta geração de CPUs AMD EPYC terão mais de 256 núcleos e T...

CPUs devem ser feitos com técnicas mais avançadas de encapsulamento 3D

Publicidade

A linha AMD EPYC Milan-X tem quatro processadores: o EPYC 7773X com 64 núcleos e 128 threads; o EPYC 7573X com 32 núcleos e 128 threads; o EPYC 7473X com 24 núcleos e 48 threads; e o EPYC 7373X com 16 núcleos e 32 threads. O CPU topo de linha AMD EPYC 7773X terá 64 núcleos, 128 threads e um TDP máximo de 280W. As velocidades de clock serão mantidas em 2,2 GHz em base e 3,5 GHz em boost, enquanto a quantidade de cache irá subir para 768 MB.

O segundo modelo é o EPYC 7573X, que possui 32 núcleos e 64 threads com um TDP de 280W. O clock base é mantido em 2,8 GHz e o boost em até 3,6 GHz. Curiosamente, o cache total também é de 768 MB para este SKU.

O EPYC 7473X é a variante de 24 núcleos e 48 threads com base de 2,8 GHz, boost de 3,7 GHz e TDP de 240W. E, por fim, temos o EPYC 7373X de 16 núcleos e 32 threads com TDP de 240W, clock base de 3,05 GHz e boost de 3,8 GHz, além de 768 MB de cache também.

A AMD apresentou sua tecnologia 3D V-Cache na CES 2021, mostrando um protótipo de Ryzen de terceira geração equipado com um pedaço adicional de cache L3. 3D V-Cache usa uma nova técnica de ligação híbrida que funde 64 MB adicionais de cache SRAM de 7 nm empilhados verticalmente sobre os chips de computação Ryzen para triplicar a quantidade de cache L3 por chip Ryzen. Ou seja, Cada núcleo Zen 3 terá 64 MB de cache L3, o que representa um aumento de 3x em relação aos CPUs EPYC Milan existentes. 

Publicidade

A AMD afirma que isso traz uma melhoria de desempenho de até 15% em alguns jogos e um aumento de até 50% em certas 'cargas de trabalho direcionadas', e que nenhuma modificação de software é necessária para alavancar o aumento da capacidade do cache. A empresa também afirmou que a pilha V-Cache pode ir até 8-hi, o que significa que um único CCD (chip de computação) pode tecnicamente oferecer até 512 MB de cache L3 por chip . Cada CCD tem 32 MB de cache L3 antes da modificação. 

Ainda sobre desempenho, a AMD apresentou um teste que resultou em um aumento de 66% nas verificações RTL com Milan-X comparado aos CPU Milan padrão.

Os EPYC de 3ª Geração com AMD 3D V-Cache oferecem os mesmos recursos dos processadores EPYC Gen3 sem a nova tecnnologia e serão compatíveis com atualização de BIOS. Eles serão lançados no primeiro trimestre de 2022 através de parceiros como Cisco, Dell Technologies, Lenovo, HPE e Supermicro, que planejam oferecer soluções de servidores com os novos CPUs.

Via: wccftech, Tom'shardware
Publicidade
Assuntos
AMD Hardware Notícias
Tags
amd
CLIQUE PARA COMENTÁRIOS

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Radeon RX 6500 XT em PCIe 3.0: vai DAR RUIM no gameplay?

Benchmark vazado mostra GeForce RTX 3050 com desempenho bem próximo a GTX 1660 Ti

NVIDIA aumenta preços das GPUs GeForce RTX 30 na Europa

Vendas de dispositivos AR e VR dobrou nos Estados Unidos em 2021

NVIDIA GeForce GT 1010 aparece em benchmark depois de um ano de lançamento

Publicidade